A princípio, Volgarr The Viking parece somente mais um jogo independente na moda retrô, mas se observarmos mais a fundo, pode-se notar que não é só mais um Indie Game no mercado, mas uma nostalgia digital que tem desafios próprios e uma mecânica interessante e que instiga o jogador a alcançar (e expandir) seus limites.

Criado pela Crazy Viking Studios e distribuído pela Adult Swim Games, teve seu lançamento na última sexta-feira (13) e está disponível para comprar no site do jogo e também na Steam por R$19,99.

Com uma premissa de reimaginar e revitalizar os jogos arcade em 16 bits, caracterizado por ser um estilo de jogo árduo, onde há muita tentativa e erro e coloca até mesmo o mais habilidoso jogador sob provas de paciência e controle, e que promete trazer toda a sensação (e frustração) de volta para os jogadores da geração atual.

O que começou como um projeto Kickstarter, se concretizou em uma pilha de códigos recheada de sangue, ossos e combate em um estilo 16-bits que agrada aos saudosos da Era Old School. Os resultados foram extremamente agradáveis, e seguindo a proposta inicial, o viking loiro concretizou com maestria, quase todas as características dos arcades em uma forma agradável para os dias de hoje.

O jogo se inicia na pele de Volgarr, um viking guiado pelo deus Odin, que atravessa vales e calabouços distribuindo lanças e cortes em seus inimigos. A partir daí, cabe ao jogador resistir aos desafios mais árduos nos ambientes mais hostis. Será você capaz de aguentar a prova de Odin e se cravar seu nome na história dos vikings? A review completa (e Valhalla) te aguardam abaixo!

Confira o trailer oficial do jogo logo abaixo:

A missão de Odin

Volgarr The Viking

Na pele do viking Volgarr, o jogo se inicia com a voz de Odin ecoando pelos céus, lhe enviando em uma missão. Qual é sua missão? Destruir seus inimigos e coletar o máximo de riquezas. Cravar então o nome de Volgarr na história dos vikings. E para isso, muitos desafios serão enfrentados nas mais diversas ocasiões, seja embaixo d’agua, seja em uma floresta ou até mesmo em um calabouço.

Com o apoio de uma espada, o viking também pode conseguir diversos outros materiais mágicos ao longo de sua jornada. Escudos encantados com a força do relâmpago, espadas de fogo, elmos com chifres… São diversas as oportunidades de evoluir o grande viking loiro para uma máquina de pilhagem e aniquilação.

Como Hércules teve de realizar seus Doze Trabalhos, Volgarr também tem sua missão em enfrentar criaturas mitológicas. Homens falcão, criaturas do mar, lordes das trevas, todos estão passíveis de sucumbir ao poder da espada de Volgarr e terem suas riquezas conquistadas pelo viking na missão de Odin.

O visual agrada aos saudosos

Volgarr The Viking cumpre o que promete. Com a idéia de restaurar o visual dos arcades e a sensação de desafio, Volgarr traz aos jogadores, cenários maravilhosos em 16-Bits, com efeitos bonitos nos ataques e nos inimigos, que explodem em grandes massas de sangue e ossos, ao receber os ataques do personagem.

Os detalhes na arte, por mais limitado que o visual retrô seja, trazem um agrado aos olhos, como a sensação que os jogadores tinham ao comprar jogos nos anos 90. Efeitos de raios, bombas que explodem em contato com o chão, sobreposição de cenários, todos os mínimos detalhes que um jogo antigo pode oferecer, Volgarr reinventa com maestria.

Preparar para lançamento em 3... 2... 1...

Preparar para lançamento em 3… 2… 1…

Na geração que temos hoje, seria injusto comparar por exemplo, The Last of Us com Volgarr The Viking. Em pontuação de visual, ambos estão próximos, não pela qualidade de renderização da imagem ou por utilizar um 3D de última geração, mas porque ambos os jogos se colocam dispostos a utilizar o melhor do que prometeram em sua  premissa.

Com uma imagem que agrada a quem busca o velho saudosismo de jogos antigos, a arte do jogo cumpre bem o seu papel. Mudanças de cenário, destaque interessante aos detalhes, presença de pequenos objetos que criam um certo mistério em questão ao ambiente, todas essas características estão presentes nos gráficos de Volgarr. Não é incomum a presença de esqueletos de guerreiros passados, armas desgastadas com o tempo espalhadas e cravadas no chão, inimigos de diferentes escalões com armas e movimentos diferentes. Até mesmo o power-up da espada de fogo tem efeitos maravilhosos nos gráficos de 16-bits, com pequenas partículas de fogo atreladas ao movimento da espada.

Volgarr conta também com um botão para zoom, permitindo que o jogador tenha uma visão maior do campo que está inserido. A ação está muito bem entrelaçada ao visual, e utilizando do melhor sentido que o ser humano desenvolveu, a visão será sua grande aliada nos momentos de combate e de evasão dos golpes.

Inimigos voarão com a força das lanças.

Inimigos voarão com a força das lanças.

Um viking precisa de música de batalha!

No vídeo acima, publicado na página do Kickstarter do jogo, é possível notar que os efeitos sonoros foram feitos com cuidado e uma boa inspiração. Com a criatividade de Kochun Hu  somada à uma trilha sonora inspirada em Conan, O Bárbaro e nos trabalhos de John Williams, a ambientação musical combina muito bem com o ritmo de ação do jogo. Variando desde um som mais tribal, com tambores e batuques, para um áudio mais voltado ao fantástico, ao memorável.

Konchun Hu demonstra em seu vídeo, uma preocupação artística com o áudio de Volgarr. O que se concretiza de fato, pois, durante o jogo é possível sentir uma reflexão de ação mas também de arte no áudio. Com toques referenciados a clássicos, mas tambem, com momentos referenciados a ambientes e às melodias das tundras nórdicas.

A Crazy Viking Studios investiu muito bem o dinheiro recebido com o projeto, em matéria de trilha e efeitos sonoros. Confira abaixo o tema principal de Volgarr The Viking, composto por Konchun Hu da Superhero Soundworks.

Prepare-se pra morrer. Muito.

O escudo de madeira é seu primeiro item. Permite a defesa de 2 ataques antes de quebrar.

O escudo de madeira é seu primeiro item. Permite a defesa de 2 ataques antes de quebrar.

Volgarr não tem piedade. Seus inimigos também não. Prepare-se pra um combate muito intenso, porém, recompensador. São diversas as possibilidades de se resolver um mesmo problema. Correr pra cima do oponente e retalhar o máximo que puder? Arremessar lanças e evitar proximidades? Atacar com pulos e acrobacias? Volgarr é capaz de realizar todas essas habilidades, cabe ao jogador decidir quando e contra quem utiliza-las. Confira abaixo alguns power-ups que são possíveis de se obter durante o jogo:

O escudo com a imagem de Mjollnir é seu segundo item. Inquebrável e permite arremessar lanças com raios.

O escudo com a imagem de Mjollnir é seu segundo item. Inquebrável e permite arremessar lanças com raios.

A curva de aprendizado do jogo não é tão simples quanto parece. A mecânica dos saltos, estratégias com as lanças e a distancia dos ataques leva um certo tempo ao jogador, para que ele se acostume e utilize dos recursos da melhor maneira possível. E Volgarr irá exigir tudo isso do jogador.

O elmo com chifres é seu terceiro item. Ao pega-lo, raios caem do céu. Adiciona defesa a mais para Volgarr.

O elmo com chifres é seu terceiro item. Ao pega-lo, raios caem do céu. Adiciona defesa a mais para Volgarr.

O jogo busca se assemelhar bem aos arcades, e por isso, não existe a opção de salvar e continuar depois. Uma vez que se inicia uma jornada na pele do viking Volgarr, não há mais volta. Essa característica, apesar de fiel aos arcades, pode incomodar boa parte dos jogadores, principalmente aqueles que não tem muito tempo para passar em frente ao computador.

A espada de fogo é seu quarto item. Causa muito dano e aumenta o alcance de seus golpes.

A espada de fogo é seu quarto item. Causa muito dano e aumenta o alcance de seus golpes.

Definindo então que o jogo é voltado a um seleto grupo de jogadores, não somente entusiastas da moda old-school, mas também que possam passar horas jogando, conhecidos como hardcore.

Ao se manter intacto, Volgarr irá eventualmente, encontrar uma alma dentro dos baús. Essas almas liberam fases secretas.

Ao se manter intacto, Volgarr irá eventualmente, encontrar uma alma dentro dos baús. Essas almas liberam fases secretas.

Apesar de ser um ponto negativo, Volgarr The Viking tem em sua premissa, criar desafio ao jogador, e sendo esse um dos pontos de base do jogo, nada mais justo do que exigir não só da habilidade, mas também da paciência e do tempo daquele que busca finalizar o jogo.

A presença de estágios especiais dá também a qualidade de replay. É possível que o jogador enfrente diversos desafios na linha do tempo comum do jogo, porém, se este se sobressair das dificuldades, existem também estágios bônus, onde a quantidade de vidas é limitada e o desafio é superior. Confira abaixo a linha do tempo oficial do jogo:

Cada level possui um estágio especial, cada estágio especial possui uma runa. Ao coletar todas as runas, é possível prosseguir a um ultimo desafio e encontrar um terceiro final.

Cada level possui um estágio especial, cada estágio especial possui uma runa. Ao coletar todas as runas, é possível prosseguir a um ultimo desafio e encontrar um terceiro final.

Conclusão

Sem piedade!

Sem piedade!

Gráficos? Feito. Áudio? Feito. Jogabilidade? Feito. Motivos para jogar de novo? Feito. História? Hm… Como todo bom jogo de arcade, Volgarr vai deixar pra te contar tudo pelas entrelinhas, e olhe lá. Não vá esperando uma trama envolvente, onde os dramas da vida deixarão o personagem preso entre dilemas.

Apesar da história ser, em suma, muito superficial, a presença de mais de um final pro jogo pode somar um pouco de felicidade aos interessados em conhecer um pouco mais sobre o personagem, ou entender alguma coisa sobre a missão e os resultados que o viking obteve ao concluir sua jornada.

Com toda uma ambientação visual e auditiva bem elaborada, uma mecânica de combate exigente e muito, muito sangue pra jorrar, Volgarr irá render horas de desafio constante, cenários espetaculares e inimigos prontos para explodir em vários litros de sangue e pedaços de ossos.

Volgarr The Viking é uma obra maravilhosa no cenário independente de 2013, e promete garantir o entretenimento de muitos jogadores, principalmente aqueles que buscam um desafio à altura e não encontram nas facilidades de hoje em dia.

[infobox title=’Ficha Técnica’]Volgarr The Viking
Plataforma: PC
Desenvolvimento: Crazy Viking Studios
Distribuição: Adult Swim Games
Data de Lançamento: 13/09/2013[/infobox]