Parece que o criador do RPG de mesa Cyberpunk 2020 e consultor da CD Projekt Red para Cyberpunk 2077, Mike Pondsmith, usou duas metrópoles brasileiras como inspiração para suas obras de futuro distópico.

Em uma postagem no Reddit oficial de Cyberpunk 2077, de três meses atrás, Pondsmith comenta que “Rio e SP são as cidades mais cyberpunk que eu já estive. Eu já visitei muitas cidades”.

“Na verdade, eu amo o Rio e São Paulo. Tenho vários amigos nas duas cidades. Mas isso não elimina o fato de serem duas cidades perigosas. Eu lembro quando liguei a TV nas notícias locais e vi que as gangues de uma favela estava lutando contra a Polícia Militar usando lança foguetes. Não fica mais cyberpunk que isso.”

“Quando eu estava escrevendo (o capítulo) 2013, eu pensava que a NCPD (Night City Police Department) estava forte demais. Encontrei com um amigo no Rio no qual tem um cunhado que trabalha na PM. Depois de conversar com ele, eu melhorei as habilidades da NCPD.”

Não sei se serve exatamente como um elogio, mas está aí. Somos fortes inspirações para a polícia neofascista do universo Cyberpunk e para a cidade que foi “considerada o pior lugar para se viver”. Ufa!