O presidente da Nintendo, Tatsumi Kimishima (à direita na imagem que ilustra essa notícia), deixará sua posição no final de junho, segundo anunciado pela companhia japonesa durante a divulgação de seu mais recente relatório de lucros financeiros.

Kimishima vai se aposentar em 28 de junho, aguardando a aprovação dos acionistas, de acordo com o comunicado da Nintendo. Quando isso acontecer, seu substituto assumirá o título de diretor e presidente representativo.

Essa pessoa é Shuntaro Furukawa (à esquerda na imagem que ilustra essa notícia), que atualmente dirige o departamento de marketing global da Nintendo. Furukawa está na Nintendo desde 1994 e trabalhou em outras funções durante todo o seu mandato. Ele também é diretor externo da The Pokémon Company e diretor executivo da Nintendo.

Mas o que é mais interessante sobre nomear Furukawa como o sucessor de Kimishima é a sua idade. Furukawa nasceu em 1972; ele terá 46 anos quando começar seu novo trabalho como presidente. Essa é uma diferença significativa em relação ao ex-presidente Kimishima, que completou 68 anos no início deste mês. Aos 46 anos, Furukawa estará muito mais próximo de Satoru Iwata, o amado presidente e CEO de longa data da Nintendo, que faleceu em julho de 2015, depois de mais de uma década como chefe da companhia. Iwata tinha 55 anos quando morreu, e assumiu o cargo de presidente no ano do seu 43º aniversário. Com sua juventude, ele trouxe um tipo especial de energia para a Nintendo, se tornando o primeiro novo presidente em mais de 50 anos.

O tempo de Kimishima no cargo, embora muito menor do que o de Iwata ou do anterior presidente Hiroshi Yamauchi, também será lembrado com carinho pelos seus sucessos. O Nintendo Switch foi lançado 18 meses depois de Kimishima se tornar presidente, em setembro de 2015, e continua a ser um sucesso de vendas. Também vimos alguns dos melhores jogos da Nintendo serem lançados durante os dois anos e meio de Kimishima como presidente.

Nas informações financeiras divulgadas nessa quinta-feira, a Nintendo informou que vendeu 10,4 milhões de cópias do Super Mario Odyssey, lançado no final de outubro. O relatório de lucros abrange o ano fiscal que termina em 31 de março, por isso ainda não inclui a linha de hardware Nintendo Labo, que foi lançada há uma semana.

Desejamos sucesso para o novo presidente Furukawa e aguardamos as novidades que sua gestão irá trazer.

___

Via Polygon

Créditos da fotografia: Yuki Furukawa/Bloomberg