Após não continuar com sua política de DRM (Gestão de direitos digitais) para o Xbox One, a Microsoft revelou que o console não irá mais precisar do Kinect para funcionar. No último “Ask Microsoft Anything“, o vice presidente da corporação Xbox, Marc Whitten, revelou que os donos do Xbox One poderão usar todas as suas funções independentemente do novo sensor Kinect estar conectado. Naturalmente, muitos das funções que dependem do Kinect, como o reconhecimento do jogador, comandos de voz, etc., não irão funcionar, mas os jogadores poderão jogar e acessar seus conteúdos de entretenimento.

As últimas notícias mostram que a companhia esta fazendo uma revisão sobre suas estratégias para a próxima geração. Pouco tempo após o anúncio da E3, em Junho, Microsoft anunciou que havia voltado atrás sobre sua restrição de jogos usados e precisar de uma conexão online constante para que o Xbox funcionasse. Além disso a Microsoft fez um vídeo de um unboxing, como mais uma maneira de tentar promover seu console da próxima geração, assim como um vídeo recente mostrando como é controle do console.

Mas mais importante que isso, essa decisão da Microsoft sobre o Kinect não ser obrigatório abre as portas para a possibilidade de uma versão mais barata do console, sem o sensor de movimento.

Xbox One já esta em pré-venda no Brasil pelo preço de R$2.200,00.