O ano é 2017 e a Nintendo aprendeu como se ganha mais dinheiro com DLCs – ainda mais se tratando de uma de suas franquias mais bem sucedidas.

Breath of the Wild, o fenômeno de vendas e o system seller mais poderoso da atualidade, irá receber sua primeira DLC com conteúdos bem bacanas.

Rastreador do mapa que mostra seus passos nas últimas 200 horas

Quer saber por onde você passou em Hyrule nas últimas 200 horas de jogo? A adição mais legal do pacote conta com uma espécie de smart map que rastreia todos os seus passos ao longo de todo o território do jogo.

Um recurso bem bacana que ajuda a te mostrar lugares nos quais você ainda não visitou e valem a pena ser explorados – como tudo nesse jogo. Assista a um vídeo de demonstração:

“Trial of the Swod” e modo difícil

Para encarar o Trial of the Sword, é necessário ir a um determinado lugar sagrado e iniciar o desafio. O Trial é basicamente hordas e hordas de inimigos (45 no notal), onde você começa basicamente pelado e sem nenhuma arma. Após completar todo o desafio, uma nova habilidade secreta para a Master Sword será desbloqueada.

Já o modo difícil valerá para o jogo todo e principalmente para aqueles que estavam achando a aventura de Link fácil demais. Nesse hard mode, os inimigos irão regenerar vida gradualmente e estarão sempre um “level” acima. Por exemplo, se em determinado acampamento os Bokoblins normalmente são vermelhos, no hard mode vão ser azuis, e assim por diante.

Armaduras, roupas e máscaras

Pra quem curte uma customização visual (como eu), o pacote de DLCs acrescentarão alguns conjuntos de roupas e armaduras, assim como máscaras. A variação tá bem legal e conta com várias referências aos jogos anteriores:

Esse é o primeiro pacote de dois planejados pela Nintendo para Breath of the Wild. Com janela de lançamento no verão americano, o preço será de 20 dólares.

Via: Kotaku