O co-criador de Counter Strike, Jess Cliffe, foi preso nesta semana por “exploração sexual de uma criança”, de acordo com a reportagem do canal de notícias KIRO 7, de Seattle. Cliffe não foi formalmente acusado de um crime e espera-se que tenha uma audiência de fiança no dia de hoje, sexta-feira, 02 de fevereiro.

Cliffe foi preso no início da manhã de ontem, quinta-feira, 01 de janeiro, na instalação correcional de King County, em Seattle. Uma declaração da Valve, obtida pelo Kotaku, indica que Cliffe foi suspenso de seu cargo de desenvolvedor enquanto as investigações acontecem.

Jess Cliffe, durante entrevista em 2005

 

Cliffe, de 36 anos, não tem histórico criminal, conforme reportado pelo canal de notícias. Embora os motivos que levaram à prisão de Cliffe não sejam claros, os promotores afirmaram que prisões desse tipo normalmente ocorrem devido a criação de pornografia infantil.

Cliffe foi um dos criadores do Counter-Strike original e de um mod para Half-Life juntamente com Minh Le, enquanto os dois estudavam na Virginia Tech. Cliffe juntou-se posteriormente à Valve, onde trabalhou no level design de Half-Life 2, Team Fortress 2, Left 4 Dead 2 e Portal 2. Ele também trabalhou na versão atual do jogo que ajudou a criar, Counter-Strike: Global Offensive.

Via Polygon