Alegrem-se, fãs de Ni No Kuni! Depois de muita espera (e uma sequência de adiamentos), finalmente poderemos jogar Ni no Kuni II: Revenant Kingdom já nesta semana: o jogo será liberado na sexta, dia 23 de março. Para celebrar a chegada de Revenant Kingdom, foi divulgado o trailer de lançamento (que você pode conferir logo abaixo) e algumas informações sobre a equipe que está dando vida a este encantador JRPG.

Após desempenhar seu papel de forma brilhante no primeiro jogo, Ni no Kuni II marca o retorno de Joe Hisaishi como responsável pela composição da trilha sonora melódica da obra. Hisaishi compôs e dirigiu músicas para vários dos clássicos do Studio Ghibli, como Princesa Mononoke, A Viagem de Chihiro e O Castelo Animado. Segundo Hisaishi, “para um jogo que é tão grande quanto Ni no Kuni II, uma grande variedade musical é necessária”. Segundo o compositor, o desafio foi mesclar toda essa variedade para que se encaixasse nos diferentes tons do jogo; para tal, uma orquestra foi usada com o intuito de dar ênfase aos ritmos da trilha sonora.

Quem também retorna do primeiro jogo é o designer de personagens Yoshiyuki Momose. Momose é outra figura proeminente do Studio Ghibli, e é mais conhecido como animador e designer de personagens de filmes de animação clássica, como Porco Rosso, A Viagem de Chihiro e Túmulo dos Vagalumes. Seu objetivo como designer de personagens em Ni no Kuni II foi “fazer o jogador sentir empatia por todos os personagens principais do jogo, de forma similar ao que acontece quando se assiste a um grande filme”. Em termos de criação de design, o protagonista Evan não demorou muito para ser criado. Já o personagem Roland deu um pouco mais de trabalho, com um dos maiores desafios sendo a criação de seu rosto, de acordo com Momose. O designer revelou que demorou mais de um mês para a equipe se decidir sobre qual seria o design final de Roland. Quanto a Tani, a heroína do jogo, Momose sabia que tinha acertado assim que completou o desenho conceitual inicial, que a equipe adorou e manteve inalterado.

Quem liderou todo esse time e foi figura-chave no desenvolvimento de Ni no Kuni II foi o presidente e fundador do estúdio Level-5, Akihiro Hino, considerado um visionário na indústria de games. Seu trabalho inclui mais de 30 títulos, como o Ni no Kuni original, Wrath of the White Witch. Ele encabeçou o desenvolvimento de Ni no Kuni II e supervisionou todas as etapas de criação do jogo. Para Hino, o que mais o orgulha nesse projeto é a história, que ele queria que fosse contada sob duas perspectivas, a de uma criança (Evan) e a de um adulto (Roland). A ideia era criar uma obra que crianças e adultos pudessem apreciar igualmente e criar um mundo que fosse cheio de um “calor maravilhoso, de forma a cativar a todos que nele caminham”.

Ficou animado com essas informações? Então prepare-se, porque Ni no Kuni II: Revenant Kingdom sai daqui a quatro dias, em 23 de março, e estará disponível no PS4 e no PC.

___

Via PlayStation Blog