A história da exclusividade que ainda vai dar muito o que falar aparenta não ter um fim próximo. Mas dessa vez com uma certa razão, porque os próprios produtores não colaboram, dando respostas sempre evasivas e argumentos furados com base em “isso vai ser o melhor para o jogo”. Confira:

1. O que a exclusividade para o Xbox significa?

Significa que Rise of the Tomb Raider está chegando nesse final de ano para Xbox One e Xbox 360.

2. Essa exclusividade tem uma duração? De quanto tempo será? Podemos esperar um lançamento para PC e PlayStation 4 no futuro?

Sim, nosso acordo com a Microsoft tem uma duração. Não iremos expor detalhes do acordo, e estamos focados em entregar um ótimo jogo para Xbox One e Xbox 360.

[quote align=’right’]Leia também: Phil Spencer quer que Tomb Raider seja o Uncharted do Xbox One[/quote]

3. A Crystal Dynamics sabia sobre esse acordo?

Sim, a Crystal Dynamics está bem animada com essa parceria com a Microsoft para fazer o melhor jogo possível. Assim como Darrell mencionou em seu update, nós temos uma longa história com a Microsoft e eles tem sido grandes apoiadores da franquia. Eles irão ajudar a franquia Tomb Raider crescer mais do que nunca.

4. Vocês consideraram os fãs ao tomar essa decisão? A Crystal Dynamics e Square Enix estão cientes da história da franquia no PC e PlayStation?

Claro. Não tomamos essa decisão facilmente. Nosso objetivo é fazer o melhor jogo que nós pudermos, e nossa parceria com a Microsoft irá nos ajudar a alcançar nossa visão com o jogo.

5. Por que a Crystal Dynamics, Square Enix ou não Microsoft falaram prontamente que se tratava de uma exclusividade temporária? Por que todo o discurso indireto?

Nós certamente não queríamos causar qualquer problema com o anúncio. O stage da Microsoft na Gamescom era um ótimo lugar para fazer o anúncio inicial, mas não necessariamente contar os detalhes.

Bem, vou poupar o senhores de mais polêmica desnecessária. O F.A.Q fala por si só. Texto original retirado do Tumblr oficial do jogo.