Sabemos que os grandes jogos AAA custam muito para serem feitos, mas é raro ver uma desenvolvedora de videogames divulgar uma estimativa exata da quantia gasta – pelo menos era, até agora. A Eidos Montreal, criadora de Shadow of the Tomb Raider, divulgou informações sobre os gastos com a produção do jogo e elas são, no mínimo, impressionantes.

Em entrevista ao GamesIndustry.biz, o chefe da Eidos Montreal, David Anfossi, disse que Shadow of the Tomb Raider custou algo entre 75 e 100 milhões de dólares para ser desenvolvido, e isso é apenas o que foi gasto na produção. Adicione mais 35 milhões gastos em divulgação e, finalmente, podemos concluir que a Square Enix pode estar gastando até 135 milhões de dólares com o novo Tomb Raider.

Aqui está a citação:

“Shadow of the Tomb Raider, e outros jogos single-player AAA, custam de US$ 75 milhões a US$ 100 milhões. E isso é apenas produção; a divulgação chega a US$ 35 milhões. Então, definitivamente, há uma pressão. Não podemos evitá-la. Mas, ao mesmo tempo, como temos esses projetos de incubação, [para] tentar pequenas coisas (…), isso nos dá a oportunidade de testar, preparar e proteger alguns aspectos, e remover alguns riscos”.

“Também temos um processo muito forte. Já estamos 10 anos no estúdio, por isso temos nossa maneira de testar as coisas com os jogadores, para preparar e fazer estudos de análise de mercado e pesquisa de usuários (…). Nós não recebemos todas as respostas, é claro. Temos que correr algum risco do lado criativo, mas, no final, temos uma boa ideia da qualidade que temos em nossas mãos”.

Se gastar mais de 100 milhões no desenvolvimento de um videogame parece um grande risco para você, bem, é porque de fato é. Mas esse tipo de orçamento não é inédito; na verdade, há uma abundância de videogames AAA com orçamentos muito maiores do que o de Shadow of the Tomb Raider.

Os jogos de Call of Duty, por exemplo, aumentam os custos de desenvolvimento em dezenas de milhões de dólares, mas a Activision extrai centenas de milhões desse valor por meio das ações de marketing do shooter. Grand Theft Auto 5 supostamente custou US$ 265 milhões para se desenvolver e comercializar. Você se lembra do MMO Star Wars: The Old Republic? A EA gastou cerca de US$ 200 milhões na criação dele. E quem pode se esquecer de Destiny? Na corrida para o lançamento do shooter multiplayer, o chefe da Activision, Bobby Kotick, disse que a empresa estava gastando US$ 500 milhões no projeto – um número revelado posteriormente, que incluía tudo, de marketing a embalagem, suporte a infraestrutura, royalties e muito mais.

É fácil entender por que o desenvolvimento de um jogo AAA pode chegar às centenas de milhões de dólares quando você considera quantas pessoas estão envolvidas na produção deles. Milhares de pessoas contribuem para os jogos da Ubisoft, como Assassin’s Creed e Far Cry. Mais de 1000 pessoas fizeram Grand Theft Auto 5. A própria Eidos Montreal tem mais de 500 funcionários, de acordo com Anfossi, e o desenvolvimento de Shadow of the Tomb Raider começou no final de 2015. É um monte de gente sendo paga para fazer um jogo por um longo período de tempo.

Suavizando o golpe estão os incentivos fiscais canadenses, que são particularmente benéficos para o desenvolvimento de grandes orçamentos e a razão pela qual há tantos estúdios montados em lugares como Montreal, Vancouver, Toronto e Edmonton.

Pode Shadow of the Tomb Raider acabar se tornando um empreendimento rentável para a Square Enix? Dado o dinheiro que a empresa está gastando no jogo, ele precisará vender milhões de cópias apenas para recuperar o que foi gasto. Não é de se admirar que a indústria venha recorrendo cada vez mais às microtransações e às lootboxes em seus jogos.

Shadow of the Tomb Raider será lançado em 14 de setembro para PC, PS4 e Xbox One. Confira o trailer e mais informações sobre as diferentes edições e o season pass.

Via Eurogamer