Publitalia

Façam suas apostas! Sentar-se à mesa e mostrar todas as suas habilidades em uma partida de poker é apenas uma das atrações do emocionante jogo. Entre outras estão a adrenalina, a disputa, o desafio, o sucesso, as amizades, o reconhecimento, e claro, a possibilidade de fazer uma graninha.

Nas últimas décadas o número de jogadores tem aumentado em todo o mundo, inclusive no Brasil. Isso se deu graças ao avanço da tecnologia, quando, nos anos 2000, espectadores brasileiros começaram a ter acesso às transmissões televisivas, por emissoras do exterior, dos torneios internacionais de poker.

A popularização do esporte através da internet

Mais um fator muito importante definiu o esporte: a popularização da internet. Estima-se que nos últimos 5 anos, com o acesso ao poker on-line, mais de 2 milhões de pessoas praticam o esporte em nosso país, em sites como o da Poker Stars, por exemplo. No ano de 2006, esse número não chegava a 100 mil pessoas (isso representa um crescimento de 2.000%).

Este crescimento vertiginoso, principalmente entre os jovens, mudou o cenário do poker. Antes, praticado por poucos, em lugares específicos como cassinos e clubes, hoje pode ser acessado de dentro de casa, bastando ter um computador com conexão à internet. Os jogos da Poker Stars, por exemplo, constam até no Livro dos Recordes. O site é conhecido por sediar o maior torneio de poker online da história e por registrar o maior número de pessoas jogando ao mesmo tempo.

As vantagens de jogar poker online e não no Live, referem-se ao buy-in, que no Live é mais alto e geram maiores custos com deslocamento, hospedagem e alimentação, que se não houver uma boa colocação o investimento não é compensatório. O poker online, apesar das premiações terem menor valor, as possibilidades de sucesso são maiores e não há gastos extras.

Com o ‘boom’ do jogo online também surgiram clubes de poker em vários lugares. Os tradicionais cassinos que mantinham um pequeno espaço para as mesas de feltro, ganharam salões luxuosos e muito bem instalados para receber os fanáticos pelo carteado.

Grandes torneios também são organizados em todos os continentes, gerando uma movimentação milionária em apostas e prêmios. Hoje, a indústria do jogo on-line é considerada a 3ª maior do planeta, atrás somente da Petrolífera e da Automotiva. O poker é responsável por uma grande fatia desse mercado.

No Brasil, o BSOP (Brazilian Series of Poker), torneio anual ao vivo, sediado em algumas capitais do país, é um dos maiores circuitos do esporte no mundo e movimenta apostas milionárias.

Um esporte mental e que exercita a mente

O poker é objeto de estudo em universidades dentro e fora do Brasil, como a conceituada norte-americana Harvard, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e UNIVASF (Universidade Federal do Vale do São Francisco). Esses estudos comprovam que se trata de um jogo de habilidade.

Reconhecido pelo Ministério do Esporte do Brasil como um esporte mental, assim como o xadrez, o bridge e o gamão, faz parte do calendário esportivo do país desde 2011. Portanto também não há nada de ilegal para quem resolver praticá-lo.

Personalidades do esporte, figuras públicas e do mundo do entretenimento apoiam o esporte, assim como os jogadores de futebol Neymar Jr e Ronaldo, o nadador Fernando Scherer, o piloto de F1 Felipe Massa, a atleta Maurren Maggi, o surfista Gabriel Medina e o tenista Gustavo Kuerten.

O ator e jogador de poker Matt Damon

Entre as estrelas de Hollywood, Brad Pitt, Matt Damon, Charlie Sheen, Ben Afleck e muitos outros já mostraram suas habilidades em filmes e na vida real.

O poker é um esporte da mente e exige concentração, habilidade, inteligência. Conhecimentos de matemática, raciocínio lógico, estatística, probabilidade, e psicologia, principalmente para analisar os adversários, identificando os famosos ‘blefes’ e lidar com situações de conflito.

Com o tempo, a prática do jogo vai mostrar que o raciocínio lógico predomina sobre as decisões tomadas por impulso, e assim, esse aprendizado vai ajudar em outras atitudes do cotidiano.

Lidar com as derrotas é outro ponto psicológico que um jogador tem a seu favor, uma vez que são muitas as decepções sofridas em um jogo de poker. Isso ajuda a minimizar frustrações e fracassos em outros setores da vida. Por outro lado, sempre há uma nova chance em seguida, perfeita para ganhar força, avançar e vencer. Isso parece frase de autoajuda, mas tem muito fundamento e realmente, quando aplicado, dá certo.

A ideia principal é praticar o jogo de forma responsável, como entretenimento e pensando em ganhar dinheiro, porque não? As mudanças que o jogo traz para a nossa vida chegam naturalmente, e sempre muito boas. Se identificou com algum dos motivos acima? Então está na hora de pensar em entrar nesse mundo dos naipes e das apostas!

Autora: Mirella Fonzar

Mirella é jornalista, editora dos portais Be Style e Vivendo Orlando, e trabalha como consultora de marketing digital. Amante da música, da arte e das novas tecnologias.