O fenômeno cultural Pokémon Go – que infelizmente ainda não está disponível em terras tupiniquins – quebrou mais um recorde recentemente. O site de conteúdo adulto YouPorn divulgou via Twitter que o termo “Pokémon Go” já é mais buscado que o termo “porn” na internet.

As franquias da Nintendo são maiores que seus próprios hardwares

O site de notícias The Verge publicou recentemente uma matéria interessante sobre a popularidade de Pokémon Go. Segundo o site, as franquias na Nintendo são maiores que os próprios hardwares da empresa japonesa.

“A insistência da Nintendo em publicar jogos apenas para seus próprios hardwares permite que a companhia construa experiências incríveis e inventivas. Por outro lado, limita a audiência potencial.”

Em outras palavras, a Nintendo poderia ter explorado o potencial de suas franquias em dispositivos mobiles – plataformas que está acessível a todos – muito antes.

Pokémon Go já é mais popular que aplicativos de namoro, como Tinder, e registra uma média de 43 minutos por dia, mais tempo que o gasto nos aplicativos como WhatsApp e Twitter. Além disso, Pokémon Go desbancou Clash Royale e tornou-se mais rapidamente o aplicativo mais baixado para iOS e Android.

O reflexo do lançamento de Pokémon Go pode ser visto no valor das ações da empresa. Nos primeiros 2 dias, Pokemon Go elevou valor de mercado da Nintendo em US$ 7,5 bi. É a maior alta desde 1983.

Pokemon Go foi lançado nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. Lançamentos em outros países, incluindo o Japão, um dos maiores mercados para videogames, e Brasil, devem ocorrer em breve.

Fontes: Twitter | The Verge | G1 | VentureBeat