O PlayStation VR foi lançado no dia 13 de outubro de 2016 e, coincidentemente, eu tinha uma viagem a trabalho planejada para os EUA no dia 25 do mesmo mês. Logo, resolvi que seria um early adopter desse brinquedinho e entraria de cabeça na tal da Realidade Virtual.

A longa jornada em busca do PSVR

Minha ideia inicial era comprar o PlayStation VR Launch Bundle, que continha o óculos, a câmera, dois controles do Move e o jogo PSVR Worlds, mas como era esperado, os estoques esgotaram antes que eu pudesse colocar os pés na terra do tio Obama Trump. Sendo assim, tive que comprar os itens separadamente, inclusive o PSVR Worlds (não sei se isso foi uma boa escolha, mas chegaremos a ele no próximo artigo). Como a caixa do PSVR tem um tamanho terrivelmente grande e eu sabia que teria que deixá-la pra trás para conseguir colocar outras coisas na mala, acabei comprando também uma bolsinha feita para proteger o óculos, pois ele parece muito frágil.

25697407392_21e3b3fc04_o

Cabos, cabos e mais cabos

A configuração e instalação do PlayStation VR envolve muitos, mas muitos cabos. Me acompanha e tenta não se perder: na parte de trás do módulo (o tijolinho da imagem acima), há entrada para dois cabos HDMI. Enquanto um cabo é conectado à TV, o outro deve ser conectado no PS4. Na parte da frente do módulo, há mais duas entradas HDMI, e o cabo do óculos liga em ambas. Esse mesmo cabo também possui uma entrada P2 para fones. Por fim, uma das portas USB do PS4 é utilizada para se conectar ao módulo, que precisa, ainda, ser ligado à tomada. Olha só:

PSVR Playstation VRO fone que acompanha o kit do PSVR é um intra-auricular de qualidade média, mas se você já possui um Headset Gold, por exemplo, poderá utilizá-lo, embora o óculos seja grande. Isso pode causar alguns problemas para encaixar o óculos e o fone sobre sua cabeça, além de ficar um pouco desconfortável após muito tempo jogando.

PlayStation VR Demo Disc

Agora que tudo está instalado e ligado, você está pronto para utilizar o PSVR Demo Disc, que acompanha o kit. O disco possui pequenas demonstrações de alguns jogos disponíveis no lançamento do Playstation VR, mas falarei sobre os jogos especificamente nos próximos capítulos. São eles:

  • EVE: Valkyrie
  • Driveclub VR
  • RIGS Mechanized Combat League
  • Battlezone
  • Headmaster
  • Wayward Sky
  • Until Dawn: Rush of Blood
  • Tumble VR

Condensação e visor embaçado

Um dos problemas que tive nos primeiros dias de uso do óculos foi a condensação e o embaçamento do visor nos primeiros minutos de jogo. O que acontece é que o equipamento, enquanto desligado, está a uma temperatura próxima à ambiente. Como seu corpo está mais quente, a diferença de temperatura causa uma leve condensação que resulta no embaçamento. Para que isso não aconteça, o recomendado é que você ligue o óculos e deixe-o esquentar de 10 a 15 minutos, momento em que a diferença de temperatura não é mais tão grande.

Tracking e outros problemas

Eu particularmente não tive nenhum problema de tracking, posicionamento ou de imagens tremendo. O único problema que tive foi quando resolvi jogar com um ventilador ligado no quarto e, toda vez que o vento encontrava os controles do Move, a estabilidade do sistema era quebrada. Felizmente, existem algumas dicas para evitar problemas desse tipo:

  • Colocar a câmera em uma superfície plana e livre de vibrações
  • Não possuir uma luz direta apontada para a Câmera
  • Evite vento direcionado para a Câmera, Headset ou controles do Move

Esta é a primeira publicação de uma série de artigos nos quais relatarei minha experiência com o sistema do PSVR e seus jogos. Espero que tenham gostado da primeira parte e conte-nos o que mais você quer saber do PSVR!

Comentários

  • Joka

    Que massa esse artigo, mas eu não me preocuparei em comprar agora, me pareceram experiências simples demais. Será que irá ser apenas isso? Se formos pensar, pra um nicho de mercado games, acredito que precisam atualizar isso muito mais, mas a primeira leva tem de ser apresentada como está sendo feito, não adianta. o

    Agora, o pornô tem grandes chances de alavancar o mercado como um todo.

    • Renan Pessolano Almeida

      Cara, tem alguns jogos que são simples experiências simples e tem uns jogos mais elaborados, como o Robinson The Journey, Rigs e Driveclub VR. Mas acredito que ainda seja um nicho muito específico e que a tecnologia tende a melhorar com o tempo.

      Com certeza a industria de conteúdo adulto tem uma forte influencia no desenvolvimento da tecnologia. Veja só as matérias falando sobre as filas do stand da Naughty America na E3 por exemplo.

  • O “demo” de REVII já é possível de ser jogado com o VR?

    • Renan Pessolano Almeida

      Como eu não jogo jogos de Terror, não faço ideia. Mas acredito que da sim