2019 foi um ano estranho, pelo menos para mim. Apesar de ter sido um ano recheado de lançamentos, senti que fiquei distante de 70% dos jogos mais relevantes do ano por não ter um Nintendo Switch, Xbox One e nem um PC decente que consiga rodar uns joguinhos. Dito isso, ainda consegui jogar diversos jogos desse ano no meu PlayStation 4 e muitos deles arrebataram um espaço permanente no meu coração.

Chega de blá blá blá e vamos para o meu top 5 jogos de 2019!

Apex Legends

O jogo que me fez perder o preconceito com Battle Royales, trazendo um gameplay de tiro em primeira pessoa extremamente fluído, personagens carismáticos (menos você, Cripto) e mecânicas inéditas, como o ping para marcar equipamentos e localização dos inimigos. Graças a isso Apex Legends conseguiu se tornar um dos jogos mais populares de Multiplayer Online em todas as plataformas que foi lançado e “inspirou” os outros Battle Royales já estabelecidos a melhorarem ainda mais.

Mortal Kombat 11

Na minha opinião, o melhor jogo de luta de 2019 (perdão Jump Force), Mortal Kombat 11 é o que todo mundo gostaria que tivesse em um jogo de luta: bom modo história, modos single players com arcade tradicional e as torres do tempo, diversos modos online, inclusive TREINO ONLINE (me pergunto o motivo de quase nenhuma empresa adicionar isso aos seus jogos de luta), fora a Krypta e a possibilidade de customizar todos os personagens. O jogo tem coisa pra cacete.

Como se não bastasse tudo isso, Mortal Kombat 11 tem Rollback Netcode, que permite que você jogue partidas com bem menos lag do que, por exemplo, Super Smash Bros Ultimate ou Dragon Ball FighterZ.

Borderlands 3

Looter & Shooter, um dos meus gêneros favoritos para passer o tempo com os amigos, então obviamente não poderia faltar Borderlands 3 na minha lista de jogos do ano. O jogo foi lançado com uma boa quantidade de problemas técnicos, mas a maioria desses problemas já foram corrigidos pela equipe da Gearbox Software, tornando a ação de atirar em anões loucos com sua arma de corrosão ainda mais divertido do que era no lançamento.

Quanto ao jogo, Borderlands 3 é uma versão melhor de Borderlands 2 em quase todos os aspectos, com exceção da história e do vilão principal, pois convenhamos, é difícil ganhar de Handsome Jack. Mas com diversas áreas, mais armas do que eu sei contar e, pela primeira vez na franquia, com todos os personagens jogáveis bons, Borderlands 3 chegou para mostrar a essa garotada como se faz um Looter & Shooter de verdade.

Power Rangers: Battle for the Grid

Voltando aos jogos de Luta, Power Rangers: Battle for the Grid foi o jogo de luta lançado em 2019 feito para os fãs de jogos de luta no estilo de Marvel vs. Capcom. O jogo traz é extremamente fácil para pegar o controle e começar a bater nos seus personagens favoritos do universo dos Power Rangers, entretanto, se você decidir passar um tempinho no modo treino para aprender sinergias de time e combos, é possível fazer coisas de deixar outros jogos de luta com inveja.

Battle for the Grid foi desenvolvido com o auxílio de diversos jogadores profissionais de jogo de luta, como Justin Wong e Clockwork, sendo Wong um dos maiores jogadores de jogos de luta do mundo, e Clockwork, um dos jogadores mais influentes de Marvel vs. Capcom. Então se você procura um jogo de luta barato e bom, fica aí minha dica.

Devil May Cry 5

Sem dúvida alguma, meu GOTY 2019. Apesar de não ser o jogo com maior qualidade técnica lançado nesse ano, DMC 5 é uma carta de amor, não só aos fãs da franquia, mas a quem gosta de vídeo games.

A Capcom provou que Devil May Cry não está morto após o fiasco que DmC: Devil May Cry foi entre os fãs, e provou isso no maior estilo possível. Trazendo Dante e Nero, protagonistas de Devil May Cry 4, e V, um novo personagem introduzido nesse jogo.

Com uma trama um tanto quanto clichê, em que você já imagina o que vai acontecer no final do jogo logo após o capítulo 4, mas que ainda assim faz você querer jogar pois todo o clima, ambientação, personagens e gameplay fizeram me sentir como se eu fosse um garoto na frente da TV jogando Devil May Cry pela primeira vez.

Menções honrosas

Melhor jogo antigo que só comecei a jogar em 2019: Final Fantasy VII
Melhor jogo que não joguei e espero jogar um dia: Fire Emblem: Three Houses
Melhor expansão: Monster Hunter: Iceborn
Melhor jogo de 2019 que estou tentando criar coragem para jogar por ter medinho: Resident Evil 2

Considerações Finais

Como grande fã da franquia Souls e de Bloodborne, me senti mal em não adicionar Sekiro: Shadows Die Twice em meu top 5 de 2019, entretanto, o jogo não me prendeu como eu imaginei que aconteceria. Sekiro obviamente é um jogo digno de GOTY 2019, tanto é que ganhou o TGA 2019, e pretendo dar uma segunda chance para eu aproveitar o jogo novamente em 2020.