Os melhores de 2017

O que podemos dizer deste ano de 2017 que mal conheço e considero pacas? Excelente, no mínimo! Pelo menos no quesito games, que é o que nós gostamos. Foram tantos bons lançamentos saindo, um jogo melhor que o outro e todos saindo próximos uns dos outros. Foi difícil de acompanhar, faltou dinheiro e tempo pra poder jogar tudo de bom.

Sendo assim temos que optar pelos títulos que mais nos agrada e que mais gostaríamos de jogar. Assim trago minha lista dos cinco melhores jogos do ano na minha opinião. Dito isso tudo, não quero ser injusto com os jogos que ficaram de fora, ou porque não consegui jogar ou porque tive que decidir apenas cinco aqui.

Sendo assim, vamos a lista:

5 – Horizon: Zero Dawn

Guerrilla Games, famosa pela série Killzone, trouxe um mundo pós-pós-apocalítico com feras-máquinas em um mundo tribal. Essa mistura toda rendeu uma ótima história com uma protagonista sensacional, nossa Aloy.

Além do ótimo enredo, o jogo é bonito e muito bem feito, tudo com uma arte estonteante que funciona com um gameplay super fluido e divertido.

4 – PlayerUnknown’s Battlegrounds

Muitos não entendem a grandeza de PUBG, acho que só quem jogou mesmo pra saber o que é o jogo. Este foi de longe o jogo que mais joguei em 2017, embora tenha acabado de sair do early access, já é uma sensação pelo mundo afora, é um dos jogos mais jogados do Steam com números impressionantes.

A experiência que o jogo te passa é algo que poucos fazem, você zela pela sua vida e entra naquele clima tenso e de adrenalina. Muito bom, merece todo o destaque, mesmo com seus problemas de performance que devem ser aliviados em patches futuros.

3 – The Legend of Zelda – Breath of The Wild

Este provavelmente é o jogo que estará presente em todas as listas da internet, foi ele que me fez comprar um Nintendo Switch alguns meses após o lançamento.

O jogo realmente redefine o que é Zelda como conhecemos, seja na reimaginação de alguns conceitos do jogo, quanto na liberdade e no fator sandbox que o mundo te fornece. Mas independente de ser um Zelda ou não, o que mais me cativou ao jogar esse jogo foi a sensação de exploração, aventura e descoberta enquanto explorava as montanhas, planícies e rios do jogo.

2 – Super Mario Odyssey

Sabe aquela alegria de jogar videogame quando você era pequeno? Sentar no sofá e jogar a tarde toda até a hora que sua mãe brigar com você pra estudar? Isso que esse jogo te traz, com a magia da Nintendo e a nostalgia de Super Mario o jogo te faz entrar numa viagem emocionante entre vários reinos, onde você apenas joga e se diverte, esquecendo dos problemas da vida.

Ele traz essa alegria de jogar videogame, te deixa jogando com um sorriso no rosto enquanto aproveita esse jogo super bonito e gostoso de jogar.

1 – Persona 5

Eu nunca fui fã da série Persona e nunca terminei antes um jogo da série. Porém sempre ouvi falar muito bem, os fãs da série sempre amaram de paixão os jogos e eu nunca entendi muito bem. Sempre quis jogar e ter a minha opinião, então com o hype e espera para o lançamento do Persona 5, fui atrás e joguei logo quando saiu.

O jogo é excelente, é um JRPG com tudo que tem direito, mas ambientado em um Japão dos dias atuais, mas tudo com uma história bem elaborada, com infinitas linhas de diálogos e personagens construídos com maestria. Realmente foi um prazer passar 108 horas ao lado desses adolescentes colegiais em meio a uma trama complexa e cativante.

Além de tudo isso, a arte do jogo esbanja identidade e carisma, é uma coisa de se aplaudir de pé. A música é outro ponto alto da série, aqui não é diferente, Shoji Meguro trouxe músicas incríveis que vão desde o jazz até o rock, tudo com excelente qualidade. Joguem esse jogo se curtem o estilo, é um dos melhores RPGs já produzidos.