A Nintendo divulgou detalhes de seu desempenho financeiro ao longo do ciclo de nove meses que se encerrou em dezembro de 2017. No ano passado, a empresa lançou o Switch, Super Mario Odissey e The Legend of Zelda: Breath of the Wild, logo, já era de se esperar aumentos significativos nas vendas e nos lucros da companhia.

O total de vendas atingiu um montante de cerca de 7,9 bilhões de dólares, representando um aumento de 176% em relação ao mesmo período de 2016.  Já o lucro foi de 1,4 bilhão de dólares, uma melhoria de 494% em comparação ao ano anterior. A Nintendo atribui esse forte desempenho às vendas de hardware com o Nintendo Switch, que vendeu bem após o lançamento e teve um acréscimo substancial em sua procura durante a temporada de férias.

No total, as vendas de hardware do Switch no período atingiram o número de 12,13 milhões de unidades que, quando adicionadas aos 2,74 milhões de consoles vendidos no mês de lançamento, trazem as vendas totais do Switch para o patamar de 14,87 milhões de unidades. Isso significa que, em apenas 10 meses, o Nintendo Switch superou o número total de vendas do Wii U, que está no mercado desde 2012.

Em relação aos softwares, as vendas de Super Mario Odissey atingiram 9 milhões de unidades no mundo todo num período de nove meses. Mario Kart 8 Deluxe, lançado em abril de 2017, vendeu 7,3 milhões de unidades e Splatoon 2, por sua vez, teve 4,9 milhões de unidades vendidas. A Nintendo teria agora 8 títulos vendendo mais de um milhão de unidades nesse ano fiscal, incluindo jogos publicados por terceiros. A soma total de vendas em softwares foi listada em 47 milhões de unidades.

O Nintendo 3DS, que aparentemente dá sinais de estar se encaminhando ao seu ciclo final de vida, ainda assim proporcionou contribuições significativas para a empresa. A Nintendo destaca que as vendas desse hardware não enfraqueceram, mesmo após o lançamento do Switch, que seria o sucessor natural do portátil ao inovar no formato híbrido entre console móvel e de mesa. Pokémon Ultra Sun & Moon foram as estrelas do período, vendendo 7 milhões de unidades. Ainda assim, as vendas de software para 3DS, no geral, diminuíram 33% em relação ao ano anterior.

 

Outros contribuintes notáveis mencionados no relatório financeiro da Nintendo incluem o SNES Classic Edition e os Amiibos. As vendas de conteúdo digital foram descritas como rápidas, graças ao software do Nintendo Switch, e também apresentaram uma melhoria na comparação ano-a-ano.

Em termos de jogos mobile, a Nintendo disse que “os consumidores não só continuaram a desfrutar de Super Mario Run e Fire Emblem Heroes, que já estavam disponíveis desde o ano fiscal anterior, como também se divertiram com Animal Crossing: Pocket Camp, lançado globalmente durante os meses de outubro e novembro”. A receita de jogos móveis foi 172% maior em relação ao mesmo período de 2016.

Olhando para frente, a Nintendo destaca ainda o lançamento de Bayonetta 2 para o Switch em fevereiro, bem como Kirby Star Allies em março e Detective Pikachu para 3DS também em março, ao lado de títulos principais publicados por third-parties. “Pretendemos ampliar a base de usuários da plataforma continuando a introduzir um novo software convincente em adição ao sólido catálogo de títulos populares que já foram lançados”, conclui a Nintendo.

Via Eurogamer