Com as baixas vendas do Wii U, que terá seu preço reduzido para acompanhar os lançamentos do PS4 e Xbox One, a atual situação da Nintendo não surpreenderia boa parte da comunidade de jogadores se viesse a piorar.

Nolan Bushnell, fundador do Atari, compartilha dessa opinião. Em uma entrevista à BBC, Nolan disse que a atual estratégia da Nintendo, em reforçar seu foco no 3DS (E 2DS agora) e em produtos direcionados à família iria eventualmente falhar em salvar a empresa, se esta continuar atrás na corrida dos consoles.

Eu não acho que dispositivos portáteis de uso exclusivo pra jogos não fazem mais sentido. Não quando se tem um iPod ou um microtablet Android. Quando se diz em mercado de consoles, eu penso que este mercado está se mutilando. A Nintendo sempre teve um ponto fraco por um publico jovem – eles entreteram o publico abaixo de 12 anos, enquanto os ‘outros caras’ entreteram o publico acima de 12 anos. E agora eu acho que outros consoles são bons o suficiente no que fazem, e que a corrida por melhorias para um publico abaixo de 12 anos não é, nem de perto, tão importante.

Opinião do autor:

Nolan, com toda sua experiência, tem uma opinião sólida em relação às estratégias da Nintendo, mas acredito que, com a redução de preço do Wii U e os futuros lançamentos destinados à um público mais velho (Bayonetta 2, por exemplo), o futuro da Nintendo não seja tão sombrio a ponto de cair no esquecimento.

É muito provável que o Wii U não vença a “corrida dos consoles”, mas ao menos trará algum público para a Nintendo, com menos foco em jogos destinados à família.

Confira mais notícias, sempre aqui, na Jogazera!