E hoje é dia de post especial aqui no Jogazera! Trazendo uma célebre franquia (e uma de minhas favoritas) para fazer uma ponta musical aqui no site. Quem conhece a saga sabe que as músicas temas e demais canções são, certeiramente, magníficas.

Composições orquestradas, originais e repletas de sentimento que deixam cada jogo dessa saga marcado de forma inexplicavelmente incrível. Estarei listando aqui alguns temas principais e músicas com e sem vocais que marcaram cada jogo, em ordem cronológica de lançamento. Então, simbora nessa?


Metal Gear Solid 1

MGS1

A trilha sonora de Metal Gear Solid 1 foi composta majoritariamente por Tappi Iwasi, Kazuki Muraoka e KCE Japan Sound Team, gravada na King Records, lançado em 23 de setembro de 1998. As músicas são variadas e tem presença marcada em cada parte do jogo, principalmente pelo Main Theme (tema principal) e outras como The Best Is Yet To Come, composta pela cantora e compositora japonesa Rika Muranaka e interpretada pela cantora irlandesa Aoife Ní Fhearraigh. Rika Muranaka compôs várias músicas para a franquia Metal Gear Solid e faz ponta no instrumental também. O tema principal aparece três vezes na trilha sonora por Metal Gear Solid Main Theme” (Track 1), “Metal Gear Solid Main Theme (1997 E3 Edit)” (Track 20), e “Metal Gear Solid Control Mix (Mixed By Quadra)” (Track 21), todas com suas devidas particularidades.

Main Theme

Composição: Tappi Iwasi (TAPPY)

The Best Is Yet To Come

Composição: Rika Muranaka / Voz: Aoife Ní Fhearraigh

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty

mgs2

Lançado em 23 de abril de 2002, a trilha sonora de Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty foi gravada na King Grooves e Phantom (Japão) e conta com excelentes músicas e compositores de talento como Harry Gregson-Williams e Norihiko Hibino, além dos já conhecidos Rika Muranaka e TAPPY. Podemos citar como músicas marcantes o próprio tema principal que é o mesmo de MGS 1 com um arranjo diferente feito por Harry Gregson-Williams e Can’t Say Goodbye To Yesterday, composta por Rika Muranaka e cantada por Carla White, cantora norte-americana de jazz. Essa soundtrack teve duas versões, uma simplesmente com o nome Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty Soundtrack que tinha a maioria de suas músicas do capítulo Tank, deixando quase o capítulo Plant ausente. Mais tarde, a Konami decidiu lançar uma segunda versão com a maioria das músicas do capítulo Plant, chamada de Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty Soundtrack 2: The Other Side. As músicas citadas abaixo são da primeira versão da OST.

Main Theme

Composição: Tappi Iwasi (TAPPY) / Modificação: Harry Gregson-Williams

Can’t Say Goodbye To Yesterday

Composição: Rika Muranaka / Voz: Carla White / Condução e reprodução: Felix Farrar Orchestra

Metal Gear Solid 3: Snake Eater

mgs3

Talvez uma das melhores trilhas sonoras da saga, a OST de Metal Gear Solid 3: Snake Eater foi lançada em 17 de dezembro de 2004, pela gravadora Phantom (Japão). A trilha sonora chegava em dois discos repletos de músicas sensacionais, que envolviam composições de Harry Gregson-Williams, TAPPY, Norihiko Hibino, Cynthia Harrell e Starsailor. Além das músicas tradicionais, temos aquelas usadas para recuperar vida/stamina que são acessadas por codec, de bandas como 66 Boys e Starry.K. Todas essas músicas incluídas na trilha sonora.

Snake Eater

Composição: Norihiko Hibino / Voz: Cynthia Harrell

Way To Fall

Composição: James Walsh, James Stelfox, Ben Byrne, Barry Westhead / Realização: Starsailor

Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

mgs 4

Seguindo a saga das músicas míticas, chegamos no lançamento de Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, o jogo que teve sua estreia exclusiva no PlayStation 3 com sua OST que desembarcou no dia 28 de maio de 2008, gravado na Konami Digital Entertainment. O disco com a trilha sonora foi composto majoritariamente por Harry Gregson-Williams juntamente com Nobuko Toda, Shuichi Kobori, Kazuma Jinnouchi e Ennio Morricone. A trilha sonora também continha dois discos, sendo três versões lançadas: americana, japonesa e europeia.

Old Snake

Composição: Harry Gregson-Williams

Love Theme

Composição: Nobuko Toda, Hideo Kojima / Voz: Jackie Presti

Metal Gear Solid: Peace Walker

mgs pw

Chegando ao último game da saga MGS, Peace Walker não decepcionou seus anteriores e trouxe músicas igualmente boas no portátil da Sony (PSP) primeiramente e depois no HD Collection junto com MGS 2 e 3. Gravado na Konami Digital Entertainment, as músicas chegaram em disco no dia 14 de abril de 2010, com composições de Akihiro Honda e vocais de Donna Burke (principalmente em Heavens Divide, que é linda). As versões europeias e japonesas apenas se diferem na capa.

Heavens Divide

Composição: Akihiro Honda / Voz: Donna Burke

Koi No Yokushiryoku

Composição: Akihiro Honda / Voz: Nana Mizuki

Metal Gear Solid V: Ground Zeroes/The Phantom Pain

mgs gz

Eu sei, estamos em janeiro e os jogos subsequentes da franquia ainda não foram lançados, mas já temos algumas músicas que com certeza já vão servir de tema para os games. Inclusive temos uma da banda Garbage, “Not Your Kind Of People“, tocada no trailer de MGSV: The Phantom Pain. Segue abaixo:

Not Your Kind Of People

Composição: Gargabe / Voz: Shirley Manson

Sins of the Father

Composição: Ludvig Forssell / Voz: Donna Burke

Here’s To You

Composição: Ennio Morricone / Voz: Joan Baez

Menção Honrosa: RULES OF NATURE!

Eu não poderia fechar esse artigo sem falar de uma das músicas mais empolgante quando se assume o controle do Raiden e sair fatiando tudo por aí. Rules of Nature faz parte do disco soundtrack Metal Gear Rising: Revengeance Vocal Tracks, sendo um Platinum Mix composto por Jamie Christopherson com os vocais de Jason Miller.


Então é isso, galera. Espero mesmo que vocês tenham gostado dessa pequena coletânea de músicas fantásticas de uma das sagas mais brilhantes do mundo dos vídeo-game hoje. E sim, eu sei que faltaram algumas músicas, além de citar jogos como Metal Gear, Metal Gear 2: Solid Snake e Metal Gear Solid: Portable Ops, mas a intenção desse artigo foi trazer as músicas mais significantes e marcantes que a saga teve (e claro, partindo de minha opinião). Tá sentindo que faltou alguma? Comentem aí! Obrigado e até o próximo artigo/review/notícia!