“A cova não tá funda o suficiente! Cava mais!” traduzido, em primeira mão, o que o novo CEO da empresa disse ao anunciar suas novas políticas. E é isso mesmo, galera: a Konami passará a concentrar todos os seus esforços no mercado mobile e os jogos AAA/blockbusters ficarão em segundo plano.

A informação veio de uma entrevista traduzida pelo pessoal do fórum NeoGAF, onde a tradução foi realizada de um outro post em um site japonês. A entrevista, inicialmente aconteceu no Nikkei Trendy Net, então considere que algumas partes podem ter se perdido aí no meio de tantas traduções e postagens em lugares diferentes. Mas a essência foi basicamente essa:

Seguindo o modelo “pay-as-you-play” de jogos como Power Pro e Winning Eleven com conteúdos adicionais, nossos jogos tem que mudar o foco de vender “itens” para vender “recursos”. Constatamos com esses jogos que mesmo pessoas que compram jogos físicos são motivados a comprar conteúdo extra. O sucesso de Power Pro, especialmente, nos motivou a empurrar nossas sérias populares para o mercado mobile mais do que nunca.

Pois é, amigos. Estão prontos pra ver Metal Gear Mobile? Eu não. Ele continua:

O fenômeno gaming se espalhou para várias plataformas, mas no fim das contas, a plataforma mais perto de nós é a mobile. Mobile é onde o futuro dos jogos está.

Com jogos multiplataforma, não há mais sentido dividir o mercado em categorias. Mobiles vão ter um novo papel de ligar as pessoas ao mundo dos jogos.

Além dessas declarações, Hideki Hayakawa (esse novo CEO da Konami), esclareceu que assim como ele espera Metal Gear Solid V e Winning Eleven prosperem, eles “estarão sempre pensando em como empurrar essas plataformas para o ramo mobile”.

Todas essas informações só corroboram com aqueles rumores ditos pelo youtuber Super Bunnyhop, no qual ele investigava o que estava acontecendo entre a Konami e o  Kojima e todo o auê por trás do cancelamento de Silent Hills. Se você manja de inglês, vale a pena dar uma conferida:

Em todo caso, eu só tenho a lamentar.

Via: Polygon