Para a alegria de muita gente, a Bandai Namco trouxe para a Brasil Game Show 2017 uma demo jogável do esperadíssimo Dragon Ball FighterZ.

A build da demo disponibilizada na BGS trazia Goku, Vegeta, Gohan, Freeza, Cell, Majin Boo, Trunks, Piccolo, Androide 18 e Androide 16. Infelizmente Tenshinhan e Yamcha, que foram anunciados recentemente durante a Tóquio Game Show 2017, ainda não estavam nessa versão.

Os comandos do jogo são relativamente simples. Cada personagem conta com um botão para ataque fraco, médio, forte e de ataques baseados em ki. Sendo possível varia-los mudando a direção do direcional ou dando meia lua para ataques mais fortes. Além disso é há um botão para agarrão e um para super.

Tive a sorte de jogar quando a fila estava vazia, durante o dia de imprensa, e graças a isso tive a oportunidade de jogar algumas partidas contra a CPU.

Dessa vez, ao contrário do beta fechado que houve há algum tempo atrás, eu decidi jogar apenas com personagens que me chamaram a atenção, e também são meus favoritos do anime: Freeza, Cell e Trunks. Graças à baixa dificuldade da CPU o jogo pareceu mais um “modo treino” do que qualquer outra coisa e pude ver a liberdade que o sistema de Dragon Ball FighterZ dá para os jogadores criarem alguns combos.

Após cerca de três ou quatro partidas contra a CPU apareceu alguém com vontade de jogar Dragon Ball FighterZ e pude enfrenta-lo. Foi algo meio injusto por eu já ter tido uma experiência prévia com o jogo e já saber os golpes dos personagens. Entretanto, graças a acessibilidade do jogo, ele não sentiu que estava em tamanha desvantagem.

O que eu pude sentir com isso é que Dragon Ball FighterZ, além de ter um visual lindo e personagens que amamos, dá liberdade para que os jogadores criem combos com o seu sistema de assistência e tag. Mas acima disso tudo, ele é acessível para quem for novo em jogos de luta, que serão muitos, afinal, Xenoverse não é um jogo de luta com muita profundidade, e quem migrar deles para o FighterZ não terá tanta dor de cabeça para aprender o básico.

Dragon Ball FighterZ será lançado em Fevereiro de 2018 (graças a Odin, mal posso esperar por esse jogo) para PlayStation 4, Xbox One e PC.