Do nada a Riot Games, produtora de League of Legends, fez algo inédito. Pela primeira vez na história do popular MOBA, um champion morre e consequentemente se torna indisponível na seleção de personagens de todos os modos do jogo.

O champ em questão é Gangplank. Que morre pelas mãos de sua eterna rival, a Miss Fortune.

Sua morte faz parte do atual evento que se passa na terra de ambos, Bilgewater, e é descrita na terceira parte da história lançada pedaço por pedaço durante esse evento. Se você entrar entrar no jogo agora, será notificado da morte do pirata.

O surpreendente desfecho da história de Bilgewater possui uma singularidade bem interessante: um lore – roteiro nem sempre aparente nos jogos, mas que os amarra –  influenciando diretamente no gameplay de um MOBA. Quem é fã do gênero sabe que história é o que menos interessa (para maioria dos jogadores), mas dessa vez ela teve um impacto que modificou o jogo. Você simplesmente não pode mais jogar com um champion. E é aí que está a problemática.

League of Legends é F2P

E como todo Free to Play, LoL usa microtransações para se manter. Atualmente o principal fluxo dessa monetização são as skins. Quando um Campeão morre, como usar as skins que eu paguei para usar?

Por postagens na FAQ do jogo, a Riot pede calma:

“A morte de um Champion não tem precedentes em League of Legends, e não o fizemos levianamente. Encorajamos todos os fãs de Gangplank a permanecerem calmos por alguns dias até que avaliemos completamente a situação.”

“Neste momento, não vamos falar sobre pedidos de reembolso da personagem ou das suas skins, mas por favor saibam que nos próximos dias faremos o nosso melhor tornar as coisas justas para todos.”

Bom, todo mundo lembra que ele tem uma skin de fantasma, certo?

Na minha opinião, é certo que ele volte.

Mas como isso, repito, é inédito, qualquer coisa pode acontecer.

Só nos resta respeitar esse momento, desejar força a família do falecido e beber rum lembrando de quantas laranjas foram destroçadas pelo barbudo.

 

Com informações da Eurogamer.pt e Kotaku.