Qual foi a primeira vez que você zerou Half-Life 2? E Shadow of the Colossus? Diablo II? Provavelmente você já tenha sacado do que vai se tratar essa postagem. E eu te digo: talvez não faça mais diferença esperar. Já se passou tanto tempo, é importante pra você ainda?

Talvez seja, talvez não. Talvez você esteja esperando há mais de 5, 6 anos. 10 anos. Todas essas perguntas caem num refluxo que me faz repensar essa verdadeira necessidade e importância de esperar um vídeo-game por tanto tempo. Desde a última cena dos Advisors fazendo aquela atrocidade com o pai da Alyx e o Gordon caindo num eterno coma no Episode 2, a mesma cena, não é mais a mesma quando eu tinha meus 15 anos. Significados são atribuídos e redistribuídos com os anos, e com isso não foi diferente.

Será que a empolgação vai ser a mesma? Digo, faz mais de 5 anos que eu vi aquele fechamento. Vou ficar tão chocado, perplexo, mas ao mesmo tempo triste e indignado ao ver o final do terceiro jogo? Faltam menos de dois anos pra eu me formar na faculdade, o entusiasmo vai ser do mesmo garotão de uns anos atrás?

wvpmvx8huwfwigljpyxy

A verdade é que pode não fazer mais diferença. Half-Life 3 pode nem existir, e no fundo, talvez esteja tudo bem. O que já passou não é possível voltar atrás e minhas boas memórias daqueles ótimos jogos dessa franquia vão ficar ainda aqui, comigo. Isso sim, vai existir. Talvez por muito mais tempo do que a minha esperança por um jogo que eu provavelmente nunca vou saber como é.

Isso é tão pessoal e singular que, se até o tempo é relativo, imagine toda uma concepção sobre como você ou eu enxergamos determinada coisa. Não estou aqui pra tirar suas esperanças, mas para dizer que não tem problema se sentir culpado por não esperar mais.

Pelo menos em um consenso eu cheguei: quem sabe se realmente um dia eles existirem, não quero ser obrigado a ter que colocar um óculos de realidade virtual, porque aí sim talvez eu já vá ser velho demais pra esse tipo de coisa. Não de idade, mas de espírito e entusiasmo com vídeo-game.

Cyberpunk 2077

Como dizem, melhor a verdade cruel do que a doce ilusão e eterna espera.