Nesta segunda-feira, 22 de Setembro, tive o prazer de entrevistar um dos mais simpáticos gamers do país. Felipe Carettoni, mais conhecido como Panettoni, é Gerente de Comunidade da Ubisoft Brasil.

Nos poucos mais de 25 minutos de conversa, Panettoni contou sobre o começo da carreira como blogueiro e as primeiras experiências como jornalista de games. Também falamos sobre sua rotina na Ubisoft e as atividades do escritório no Brasil.

Ouça no player acima a entrevista na íntegra.

Confira os principais trechos da entrevista

Jogazera – Como você começou sua carreira até se tornar Gerente de Comunidade da Ubisoft?

Panettoni – Comecei como blogueiro, no Nintenerds, a galera que gostava de Nintendo o acessava bastante. Fiz alguns freelas para a revista Nintendo World e logo fui contratado pelo UOL, onde fiquei 3 anos como jornalista e repórter cobrindo eventos como a E3.

Panettoni e Shigeru Miyamoto, criador de Mario e Zelda

Panettoni e Shigeru Miyamoto, criador de Mario e Zelda

Jogazera – Como é sua rotina na Ubisoft Brasil?

Panettoni – Faz mais ou menos um ano que sou gerente de comunidade na Ubisoft Brasil, meu principal trabalho no começo era tomar conta da comunidade de Duel of Champions no Brasil, o cardgame da Ubisoft.

Com mais experiência tomei responsabilidade pela comunidade de Ghost Recom Phantoms e de praticamente todas ligadas aos jogos da Ubisoft, inclusive, após o sucesso de transmissões de Duel of Champions, criamos um canal no site Twitch.tv para transmitir outros jogos da empresa, mas sem cunho competitivo, focando na interação direta com os fãs.

Jogazera – A Ubisoft Brasil não desenvolve jogos, então qual é o seu papel?

Panettoni – A Ubisoft já teve um estúdio no Sul do país, mas por razões que não sei dizer, o fecharam. O escritório da Ubisoft Brasil, em São Paulo, é focado na gerência administrativa. Temos a área de marketing que é dividida entre mídia física e digital. O marketing físico encarrega-se do desenvolvimento de peças para campanha, como banners, cubos e objetos ligados aos produtos; a divisão de marketing digital é essa na qual me insiro. Também temos a equipe de vendas, que cuida da distribuição e o pessoal  da produção local, algo novo no Brasil, que garante que nossos jogos cheguem às lojas nos dias de lançamentos mundiais.

Jogazera – Focar na localização dos jogos melhorou os resultados da Ubisoft de forma considerável?

Panettoni – Não sei dizer quanto a número de vendas, mas posso afirmar que o feedback da comunidade mostrou uma resposta muito positiva após focarmos na localização dos jogos, quanto as legendas e dublagens. (Curiosidade: Panettoni, aos 17 anos de idade, trabalhou como dublador em um episódio de Cavaleiros do Zodíaco dando voz a um vilão).

Jogazera – A Ubisoft conta com mais de 4 milhões de fãs no Brasil, qual o segredo para tanto sucesso?

Panettoni – A Ubisoft busca se aproximar do público cada vez mais, alguns de nossos posts no Facebook até parecem ser feitos por um amigo seu, pois são muito acessíveis. Usamos uma linguagem espontânea, sem preocupação com padrões institucionais. Por exemplo os termos “taca-le pau” e “celera” usados na propaganda de The Crew.

Jogazera –  Como tem sido a experiência de realizar livestreams para a Ubisoft Brasil?

Panettoni Tenho liberdade de falar sobre tudo, com os espectadores, que seja relacionado a vídeo games, transmitimos apenas jogos da Ubisoft, mas conversamos sobre  GTA, Battlefield, etc. Eu sou gamer! Estamos construindo um estúdio MANEIRO, apenas para transmissões ao vivo no Twitch.tv, que podem acontecer nos fins de semana também após tudo pronto.

Jogazera – As finais de Duel of Champions serão transmitidas durante a Brasil Game Show?

Panettoni – Teremos transmissões ao vivo de Duel of Champions direto da BGS e muito mais, podem aguardar.

Jogazera – A moda Indie contribuiu para alavancar sucessos como Valiant Hearts, Child of Ligth e Rayman?

Panettoni – A moda Indie é importante demais para o mercado de games e com certeza ajudou no sucesso dos títulos em UbiArt Framework. Valiant Hearts, Child of Light e Rayman são provas que um jogo não precisa ser super realista. As pessoas querem mais criatividade e sentimento nos jogos, as vezes uma equipe de mil pessoas não alcança isso, mas um único desenvolvedor consegue.

Jogazera- Quais seus jogos favoritos da Ubisoft?

Panettoni – Tenho dois jogos favoritos da Ubisoft. Um nostálgico, o Prince of Persia: Sands of Time. Como sou um grande fã de FPS, hoje meu predileto é sem dúvidas o Far Cry 3.

Jogazera – Para encerrar a entrevista, em quem você vota para presidente?

Panettoni – Voto em T-Bone com a cabeça de alce para vice.

 

Hoje, a partir das 18h, Badblood, DLC de Watch Dogs, será transmitido ao vivo no Twitch da Ubisoft Brasil. A live tem duração prevista até às 20h. Descanse um horinha e então volte ao Twitch às 21h, dessa vez no Twitch do Jogazera, para mais Badbood ao vivo com a equipe do site.

Panettoni confirmou, após a entrevista, que a Ubisoft Brasil tem muitos planos para o próximo ano, mas que por enquanto não pode revelar nada. Mas garantiu que “boas surpresas estão por vir”.

 

 

O que dizer desse cara, Panettoni, que mal conheço mas já considero pakas? – Vinícius Renner