Desenhista, pintora, cosplayer, modelo, a costa-riquenha Angela Bermúdez exerce com maestria tudo aquilo que pratica e a faz brilhar. Amável e gentil com seus fãs, Angela topou participar de um rápido perguntas e respostas com o Jogazera e contou um pouco sobre sua vida artística e profissional no ramo, seus gostos pessoais e mais umas coisinhas bem interessantes.

Ao longo da postagem colocarei algumas fotos do seu trabalho, e no final haverá uma série de links para vocês conferirem de maneira mais completa.

Perguntas & Respostas

Jogazera: Primeiro de tudo, muito obrigado por topar esse rápido bate-papo conosco. Para iniciar, uma pergunta que pode dizer muito sobre você: quem é Angela Bermúdez? Conte-nos um pouco sobre sua carreira artística como cosplayer e desenhista/pintora!
Angela: Obrigada pelo convite, mesmo que tenha levado, tipo, 4 anos para você o fazer!* Então, sou apenas uma garota que gosta de todo tipo de arte. Eu desenho desde que eu me conheço por gente. Também gostava de costurar novas roupas para minhas bonecas e ainda amo fazer esse tipo de coisa até hoje. Felizmente, o processo de fazer os cosplays cobre todas essas áreas e muito mais, e é por esse motivo que faço meus trajes há quase 10 anos.

*Conheço o trabalho da Angela há um bom tempo, mas só agora, com o advento de poder escrever para o Jogazera, tive uma sólida oportunidade de contatá-la para uma entrevista.

quiet_but_not_silent_by_angelabermudez-d8fw5e0

Quiet (MGS V: The Phantom Pain)

constants_and_variables_by_angelabermudez-d74dtqk

Elizabeth (Bioshock Infinite: Burial At Sea)

Jogazera: Eu poderia passar horas aqui descrevendo o quão fantástica sua arte é! Mas, sendo apenas um jogo rápido de perguntas e respostas, devo me ater. Conte-nos, como é o processo criativo de iniciar um trabalho? Digo, quais decisões você julga serem mais importante ao escolher/criar um novo cosplay, desenho ou pintura?
Angela: Haha! Obrigada! É bem simples. Eu tenho que me apaixonar pela história, personalidade ou design da personagem. Sobre meu lado artístico, é preciso me sentir inspirada, ter aquele sentimento que faz com que eu queira me expressar de alguma forma produtiva, e na maioria das vezes eu opto pela arte.

Jogazera: Quais são suas grandes inspirações e de qual mídia (cinema, música, jogos) elas pertencem? Nos fale um pouco sobre elas! 
Angela: Eu conheci um monte de pessoas na internet e na vida real que me inspiram mais do que elas imaginam. Não consigo especificar quem são, porque tem muita gente talentosa!

reliving_childhood_2_by_angelabermudez-da1e1s0

“Reliving Childhood 2”, pintura

Jogazera: Uma pergunta que sempre costumo fazer (e creio que seja até bem chata para quem desenha/pinta), quais são os passos iniciais para quem quer levar a arte a um passo além, algo mais a sério? O mesmo vale para os cosplays!
Angela: O único passo para tudo: FAÇA COM AMOR, mesmo que seja apenas por diversão. Quem se interessar pelo seu trabalho vai saber quando é feito com o coração; e é claro, a parte mais importante é que você tem que se sentir satisfeito com os resultados.

Jogazera: Infelizmente, o sexismo ainda infesta a cultura pop como um todo, seja em eventos ou na internet. Qual sua opinião sobre o atual cenário do meio geek/nerd atualmente sobre esse quesito? Isso afeta na maneira como você escolhe e realiza seus cosplays?
Angela: Claro que não! Se alguém ousar me desrespeitar, eu bateria na pessoa com o que estivesse nas mãos – e na maioria das vezes são acessórios bem pesados. Felizmente, existem muitas pessoas simpáticas e divertidas em convenções, e na maioria das vezes que me deparo com esses c*zões são nas mídias sociais comentando em nossas postagens. A coisa mais sensata a se fazer nessas horas é ignorá-los e continuar fazendo sua arte. É isso.

Jogazera: Falando de algo mais trivial agora, você pode nos contar mais sobre seus gostos? Tem algum jogo, livro ou filme favorito? E o que lhe faz gostar deles?
Angela: Cara, eu gosto de muita coisa e eu não quero te entendiar, então só vou dizer que as obras do Tolkien são algo que curto bastante, assim como as do Stephen King e Hideo Kojima. Também amo os projetos do Ken Levine, o jeito que ele cria aqueles mundos apenas digitando em seu computador com uma xícara de chá do lado. Eu não sei! Eles são realmente incríveis, seus trabalhos são dignos de admiração.

dshsdh_by_angelabermudez-da31rlg

Compilação de pinturas e desenhos

Jogazera: Sobre o futuro: quais são seus planos daqui pra frente? Pretende vir a alguma convenção aqui no Brasil? Estamos te esperando! 
Angela: Seria ótimo! Eu tenho uma amiga querida aí que gostaria de conhecer assim que possível, você vai conhecê-la por Witchiko. Infelizmente, eu não tenho dinheiro para ir por conta própria, todos os lugares que visito sou convidada para ir! Não posso prometer que estarei aí tão cedo. 🙁

Jogazera: Você pode dar uma mensagem final para seus fãs brasileiros e todo mundo que acompanha seu trabalho? 
Angela: OBRIGADA!!! Eu faço isso tudo pela diversão e ver que vocês se importam e apoiam tanto o meu trabalho é algo que significa muito para mim. Sério, obrigada!

shadows_by_angelabermudez-d9loq63

“Shadows”

first_sip_by_angelabermudez-d9bo9v1

“First Sip”

angela bermudez

Foi uma incrível honra para o site (e pra mim) ter uma convidada tão especial aqui, divulgando seu trabalho, arte e falando mais um pouco sobre sua jornada como artista e cosplayer incrivelmente talentosa. Você pode acompanhar os trabalhos da Angela no Facebook, Instagram, DeviantArt, YouTube, e além de apoiá-la no Patreon!

As respostas foram traduzidas do inglês para o português e você pode conferir a entrevista original clicando aqui.