Dia 28 de fevereiro está perto, e com isso começa a quarta temporada competitiva de Overwatch. Antes de mais nada, quero deixar claro que não existe nenhuma fórmula mágica para se destacar totalmente no competitivo, mas sim algumas dicas e direcionamentos que podem te ajudar a subir seu rank ou, na pior das hipóteses, deixar de perdê-lo à toa.

Jogo Overwatch desde o lançamento, participei das 3 temporadas, chegando no Diamante em duas (Top 27% a 14% dos jogadores) com mais de 150 horas só no competitivo – mas é claro que isso só aconteceu depois de apanhar (e muito). Portanto, trago algumas dicas pra evitar que você passe tantos maus bocados enquanto estiver na busca pelos melhores ranks.

A melhor de 10

A melhor de 10 partidas (MD10) é essencial não somente para determinar o seu rank, como também é utilizada no cálculo da próxima MD10. Isso mesmo, o seu rank mais alto alcançado na temporada 3 é levado em conta na MD10 da temporada 4, logo é fundamental tentar cair no maior rank possível logo de cara. Para novatos, essa informação é importante, pois se você acabou de começar a jogar, chegou ao level 25 e já vai querer “descobrir” o seu rank. Minha recomendação é: não faça isso. A título de exemplo, um jogador que cai na classificação prata e sobe até o ouro sofre bem mais do que um que passa semanas “treinando” no jogo rápido pra cair direto no ouro. Vai por mim.

Outro ponto relevante para iniciantes é que todos jogadores experientes comentam que level 25 é baixo demais e que nesse nível dificilmente alguém está preparado para o competitivo. Eu recomendo em torno do level 50, pois assim você terá uma noção mais aprofundada do jogo, de todos heróis, mapas, posicionamento, formação de times (meta ou não) e jogadas no geral.

Além disso, existem muitos smurfs entre os níveis 25 e 50 e você pode cair contra um deles. Smurf é aquele jogador que possui um rank bem elevado na sua conta primária, como por exemplo Mestre, e, por diversos fatores, cria uma conta secundária para jogar no competitivo. Os motivos pelos quais eles criam a conta secundária geralmente são para jogar com amigos de nível inferior, para jogar sozinho quando os companheiros de equipe estão offline ou para se divertir sem ter que jogar “tão” sério, com personagens que não considera como seus principais.

Formação de equipe

Para subir de rank, eu recomendo jogar apenas solo, duo ou com time fechado. Trio também serve, porém você pode ter o azar de encontrar um time fechado do outro lado, e com boa sinergia e comunicação eles superam tranquilamente as skills “individuais” do seu time, infelizmente (ou felizmente, depende do ponto de vista) é assim que Overwatch funciona, e você tem uma dependência única de cada jogador do seu time.

O mesmo serve para 4 ou 5 pessoas. Entretanto, a probabilidade de enfrentar um time de 6 pessoas é altíssima, então recomendo evitar essa formação e esperar até fechar o time para ter uma disputa equilibrada. Se for jogar com time fechado, tente sempre jogar com as mesmas pessoas, já que a ideia é adquirir confiança e entrosamento entre os jogadores.

Ok, e por que solo e duo funciona? Na grande maioria dos casos, buscando partidas solo ou duo, você também só encontrará pessoas na mesma formação, o que deixa a partida balanceada. Nesses casos, para ter uma vantagem, recomendo entrar no chat de voz do jogo e tentar conversar com o time.

Qual personagem escolher?

Recomendo acompanhar o meta e tentar jogar com algum dele. Os personagens do meta, naquele momento, são os melhores para serem jogados, seja por buff que receberam, nerf que outros receberam, etc; enfim, existe um motivo pelo qual os jogadores profissionais escolhem eles em determinado mês, por exemplo. Se você não tem afinidade com nenhum personagem do meta, fique com o que você jogue melhor, mas lembre-se de sempre tentar saber jogar bem com pelo menos um de cada categoria: atacante, defensor, tanque e suporte; principalmente se você joga pouco (ou nunca) com time fechado.

Também aconselho usar qualquer ferramenta que por fora te mostre suas estatísticas e te aponte como melhorar. Existem muitas plataformas para isso, como o Overbuff e o Master Overwatch. O que eu uso é um aplicativo de celular chamado Oversumo, que diz qual é o rank de cada personagem que você usa com base nas suas estatísticas de jogo comparada com a média de todos jogadores. Para mim, a Mercy é Grão-mestre, em outras palavras, minha skill individual com ela é equivalente de quem joga com ela no nível grão-mestre. Além disso, o aplicativo mostra o que você pode aperfeiçoar: meu Soldado é Platina 1, mas sei que preciso melhorar na mira ao jogar com ele. Com isso, você consegue entender melhor o seu jogo, definir metas de como aperfeiçoar sua jogabilidade e, por consequência, subir de rank.

Oversumo: exemplo de um Soldado 76 no nível Mestre

Perder partidas seguidas

“Já perdi 3 seguidas, o que são 4 ou 5? Já nem ligo mais.”

Eu geralmente dou um “tempo” quando perco 2 partidas seguidas no competitivo, paro e vou jogar jogo rápido ou fazer qualquer outra coisa.

Parece besteira, mas não é: a grande maioria dos jogadores não tem disciplina emocional para se controlar, fica com “sangue quente” e isso só piora depois de muitas derrotas consecutivas. Se não tomar cuidado, isso pode virar uma bola de neve, já que o nervosismo impacta no seu desempenho no jogo.

Assistir a partidas e acompanhar atualizações

De tempos em tempos, tente acompanhar o cenário competitivo, assistindo a campeonatos, transmissões ao vivo etc. Você não só aprenderá jogadas novas, como também o posicionamento e principalmente a forma de se jogar como um time e combar ultimates. Sempre acompanhe os updates também – personagens como o Bastion e a Mercy receberão buffs em breve, e isso faz com que eles fiquem mais viáveis no competitivo. Ou seja, a frequência de jogos com eles muito provavelmente aumentará.

Bem, espero que a 4ª temporada de Overwatch seja melhor que as anteriores e, se eu esqueci de falar algo importante, pergunte nos comentários.

Tenha um bom jogo!