Apesar da queda nas receitas e lucro em 2018, a produtora polonesa CD Projekt Red revelou planos para criar cerca de 250 novas posições em seu quadro de funcionários.  

Durante sua apresentação sobre o relatório financeiro anual da empresa, o CFO Piotr Nielubowicz, confirmou que a CD Projekt adquiriu um terreno no final do ano passado, que dá a possibilidade de desenvolver 3 mil metros quadrados de espaço para escritórios.  

Isso, provavelmente, representa metade dos espaços atuais da empresa, então, seremos capazes de oferecer 250 novos empregos para a CD Projekt Red e GOG”, disse Piotr.  

Em 2018, a receita da empresa caiu de 109 milhões de euros para cerca de 85 milhões, enquanto o lucro desceu de 47, 1 milhões para 25,6 milhões de euros 

Os gastos com projetos de pesquisa e desenvolvimento em 2018, totalizaram mais de 56 milhões de euros, com o presidente Adam Kicinski dizendo que “foi o período mais intensivo da história do grupo”, em relação ao seu foco e capacidades criativas.  

“No ano passado, expandimos muito nosso potencial criativo, tanto em Varsóvia, quanto no estúdio de Cracóvia”, disse Adam.  

“Também conseguimos reunir uma equipe altamente talentosa de Wroclaw, bem como desenvolvedores da Spokko, empresa recém-criada que atualmente trabalha em um projeto ainda não-anunciado e dispositivos móveis”

O carro-chefe da empresa

The Witcher 3: Wild Hunt continua sendo a propriedade mais importante da CD Projekt Red, gerando mais de 25 milhões de euros em receita. Quando foi lançado, em 2015, 71% das vendas eram físicas, mas no ano passado, as vendas digitais representaram 80% do faturamento. 


O próximo grande projeto da produtora será Cyberpunk 2077, que ainda não tem data oficial de lançamento, mas deve ganhar novas informações durante a E3 2019.  

Fonte: PCGamesInsider.biz e relatório anual CDProjektRED