Call of Duty: Black Ops 4, ao que tudo indica, não incluirá um modo tradicional de campanha single player, de acordo com fontes que acompanham o desenvolvimento do jogo. A mudança na direção criativa tornará Black Ops 4 o primeiro Call of Duty a ser lançado sem uma campanha de um jogador padrão, se não considerarmos os spin-offs.

Procurado pelo site Polygon, um porta-voz da Activision disse: “Não comentamos sobre rumores e especulações. Estamos ansiosos para revelar Black Ops 4 em 17 de maio”.

As fontes consultadas pelo Polygon, que pediram anonimato, disseram que à medida que a data de lançamento do Black Ops 4 se aproximava, ficava cada vez mais evidente que o desenvolvimento de uma campanha single player não seria concluído a tempo.

Uma das fontes disse que a Treyarch tem focado o desenvolvimento de Black Ops 4 em torno da expansão do modo multiplayer e do popular modo Zombies. A fonte descreveu uma ênfase nos modos cooperativos como um possível substituto para a típica experiência de campanha para um jogador.

Criado pela desenvolvedora Infinity Ward em 2003, a franquia Call of Duty inicialmente obteve sucesso com suas campanhas single player. O estúdio aproveitou o poder adicional do Xbox 360 e PlayStation 3, no início de seus ciclos de vida, produzindo missões cinematográficas, lineares e fortemente direcionadas, que estavam acima dos outros shooters em primeira pessoa daquela geração. “No Russian“, a controversa missão de 2009 envolvendo um tiroteio em um aeroporto, é um dos mais notórios e emblemáticos momentos single player em jogos, sendo frequentemente citado quando o assunto é a violência em videogames.

No entanto, conforme a série foi crescendo em popularidade a cada lançamento anual, Call of Duty tornou-se cada vez mais sinônimo de multiplayer. Com o apoio da Activision, o jogo se tornou um importante eSport, movimentando milhares de pessoas em suas competições. Nos últimos anos, a Activision permitiu que os usuários de PC baixassem os modos single-player e multiplayer separadamente.

A série Black Ops tem sido liderada pela Treyarch desde o lançamento do primeiro título, em 2010, embora os jogos Call of Duty, incluindo Black Ops, sejam produzidos com o apoio de outros estúdios, como Infinity Ward, Sledgehammer Games, Raven Software e Certain Affinity. A série Black Ops apresenta uma história em andamento e amplamente elogiada, que vai da década de 1960 até a década de 2060, misturando a intriga da Guerra Fria com uma tecnoparanóia futura não tão distante. Black Ops 4 fará da série a subfranquia de maior duração sob o título Call of Duty, superando a trilogia Modern Warfare.

O slogan de Black Ops 4 é “esqueça o que você sabe” (“forget what you know”), que descreve a fascinação da série em torno do tema do controle mental – e, talvez também tenha sido escolhido como mensagem subliminar aos fãs, encorajando-os a reconsiderar o que faz um jogo de Call of Duty uma experiência completa, e não se sentirem tão desapontados com a ausência de uma campanha single player.

Espera-se que a Activision lance uma campanha single player este ano, na forma de uma remasterização de Call of Duty: Modern Warfare 2 que, segundo o site Eurogamer, será lançada sem o componente multiplayer do jogo original. 

Call of Duty: Black Ops 4 tem seu lançamento agendado para 12 de outubro de 2018, no PlayStation 4, PC e Xbox One. A Activision revelará mais informações sobre o jogo durante um anúncio em 17 de maio, e espera-se que mais informações também sejam liberadas em junho, durante a E3.

___

Via Polygon