A Brasil Game Show deste ano, como de costume, trouxe novidades em jogos, equipamentos e acessórios/periféricos. Os maiores destaques foram os dispositivos de Virtual Reality, em português Realidade Virtual. Diversos stands da feira, inclusive os Indies, disponibilizaram essa nova tecnologia para o público em geral.

O Acesso ao Batman: Arkham VR foi restrito, somente os 12 primeiros visitantes que chegaram no estande da Warner tiveram a possibilidade de testar o jogo. O lançamento mundial previsto é para 13 de outubro deste ano, e segundo Thomas Levy da Warner o jogo terá em torno de 2 horas de duração.

A ideia é a total imersão e no Batman não foi diferente, o óculos te tampa toda a visão ao seu redor, o fone bem colocado limita os ruídos externos e os controles funcionaram como na maioria dos jogos, as mãos do personagem para efetuar ações.

exp batman vr

O Demo possui duas partes, a primeira é dentro da Mansão Wayne, e serve de tutorial para a segunda parte que é mais complexa. Nesta primeira parte você já se sente na pele de Bruce Wayne vestindo a roupa/capa e a máscara do Batman, aprende a jogar batarang, etc. Existe um puzzle no piano que te leva a batcaverna, esta que você navega com uma lanterna.

Já a segunda parte se inicia com você já de Batman no topo de um prédio, olhando para Gotham City. A imersão foi além do que eu esperava, o instrutor pediu para eu dar um passo a frente da beirada do topo do prédio até uma grade e em seguida olhar para as ruas abaixo procurando pelo Batmóvel, neste instante eu tive aquela sensação de “queda”, como se estivesse realmente em um lugar muito alto olhando pra baixo ou como se estivesse andando numa corda. O Batmóvel não se encontrava lá, era apenas uma brincadeira para sentir que a imersão, de fato, existe.

Em seguida você é instruído a investigar um assassinato, que ocorreu em um beco próximo ao seu local. Descendo e chegando ao beco, você se depara com um corpo estirado ao chão e infelizmente é de um conhecido, é o Nightwing/Asa Nortuna. A maior parte da investigação é feita com um Scanner que projeta hologramas do ocorrido, podendo voltar, pausar ou avançar no tempo. Voltando no tempo você percebe que houve uma luta e é preciso identificar em quais momentos o assassino quebrou as costelas, mandíbula e braço do Nightwing. Com a ajuda do Scanner Temporal, além de ver o “video” da luta, ao final é necessário identificar a causa e o momento da morte, que foi o crânio quebrado pelas mãos do assassino.

Ao andar para o canto do Beco a câmera automaticamente gira o sentido que você estava olhando. Nesta nova direção é possível identificar um novo holograma, este é o de uma testemunha ocular. Logo então você procura por pistas da identidade da testemunha, da mesma forma, voltando e avançando no tempo, percebe que a testemunha em dado momento coloca a mão na parede deixando uma digital, e com o scanner você identifica a pessoa. Com todos os dados em mãos, não resta mais o que fazer, ao olhar pra cima está sua nave te esperando e você usa o Batgancho do seu cinto de utilidades para chegar a ela, e assim se encerra a demo.

Este video mostra algumas cenas do jogo, a grande maioria do tutorial, em uma passagem curta é possível ver a luta do holograma com o Nightwing, confira: