Desde o anúncio de Anthem, futuro shooter da BioWare, os jogadores têm se preocupado com a parte relativa à história do jogo. A maioria das pessoas conhece os jogos da BioWare como épicos RPGs single-player, com histórias com várias ramificações, nas quais o jogador consegue moldar o mundo por meio de suas escolhas nos diálogos.

Quando o próximo jogo do estúdio, Anthem, foi exibido pela primeira vez, nada disso estava presente. Em vez disso, vimos o que parecia ser um passeio em primeira pessoa totalmente roteirizado, seguido por um tiroteio cooperativo em terceira pessoa, com muitos elementos de ação.

Aparentemente, essa demonstração não mostrou tudo o que Anthem tem para oferecer. É por isso que um dos representantes da BioWare, Casey Hudson, publicou um post no blog para apresentar a visão e o espírito criativo do estúdio.

“Videogames são um meio único”, afirma Hudson. “A única coisa que permanece a mesma é que eles estão em constante evolução. Muitas das coisas que amamos nos jogos agora não eram possíveis há alguns anos. E essa é uma das coisas mais difíceis em se fazer jogos – continuar a inovar e evoluir, mantendo-se fiel às expectativas dos jogadores em relação a experiências anteriores”.

Com isso em mente, a BioWare atualizou sua declaração de missão, que agora diz o seguinte:

Criamos mundos de aventura, conflito e companheirismo que o inspiram a se tornar o herói de sua história”.

“Em um jogo da BioWare, você deve sentir que a história é sobre você”, continua Hudson. “Você cria seu próprio personagem, decide o que acontece a seguir e se torna o herói. Acho que a razão pela qual as pessoas estão preocupadas se essas coisas são possíveis em um jogo multiplayer é porque isso não foi bem resolvido antes”.

“Com Anthem, estamos enfrentando esse problema de frente e estruturando todo o design do jogo para fornecer uma solução específica para isso. Compartilharemos detalhes sobre como isso funciona muito em breve”, complementa Hudson.

“Achamos que isso cria uma experiência única em que você tem controle sobre sua própria história, mas sua história se passa em um mundo multijogador em constante mudança. E sim, mesmo que Anthem tenha a intenção de trazer as melhores partes do jogo como parte de uma comunidade online, você pode escolher jogar a história apenas com seus amigos, ou mesmo sozinho”.

Satisfeitos com a resposta? Descobriremos mais sobre como isso funciona em breve, na EA Play, logo antes da E3. Quais são suas expectativas para Anthem? Deixe seu comentário!

Leia também: Ex-funcionário da BioWare revela detalhes sobre o futuro de Dragon Age

Via VG24/7