Análise – Tekken 7

Tekken é um dos únicos jogos de luta em três dimensões que conseguiu prosperar e sobreviver além das gerações do PlayStation 1 e PlayStation 2. Se você frequentou alguma loja com fliperamas ou mesmo aquele parque nos grandes shoppings, com certeza deve ter jogado algum Tekken. Apesar de estar disponível nos arcades do Japão desde o início de 2015, Tekken 7 só chegou em Junho de 2017, para os consoles.

História

O modo história de Tekken 7 foca na história da complicada família Mishima. Heihachi, um conhecido “vilão” da série, é um dos personagens principais e que você mais irá jogar ao decorrer dos capítulos. Há também uma ilustre aparição de Akuma, personagem tradicional de Street Fighter. Apesar do modo história ser um dos mais bem feitos de toda a franquia Tekken, ele não chega a convencer e pode deixar muitas pessoas com mais perguntas do que respostas quando terminarem o modo.

Gameplay

Tekken 7 é o famoso jogo de luta em que “todo mundo é bom”. É difícil você comentar com alguém sobre Tekken e essa pessoa dizer que joga bem. Afinal, é um jogo de luta com apenas quatro botões de ataque e que em 15 minutos contra o CPU você acaba tendo a sensação de que está realmente fazendo algo.

Entretanto, não é bem assim quando se para para analisar as mecânicas do jogo.

Tekken 7 é um dos jogos de luta mais complexos atualmente no mercado. Cada personagem possui cerca de 100 ataques diferentes, um para cada situação diferente, fazendo com que o jogo tenha uma grande curva de aprendizado. Porém, nem tudo é complicado assim. Tekken 7 tem um dos melhores modos de treino do mercado. É simples treinar todos os tipos de punições e combos reais (pois há combos que estão no menu, mas podem ser defendidos no meio dos golpes) do jogo. Basta configurar as opções e explorar o que os personagens podem fazer.

Novidades na franquia

Tekken 7 trouxe inúmeras novidades para a franquia. Algumas que agradaram os fãs, outras nem tanto. A principal novidade é a introdução dos Rage Arts, os famosos supers, e Rage Drives, ataques ‘safes’ que podem ser usados de diversas maneiras, tanto para abrir combos, quanto para extende-los de formas mortais.

Para se usar essas duas novas mecânicas é necessário estar no Rage, que agora é ativado com mais vida do que antes, porém, aumenta o seu dano em apenas 10%.

Outra mecânica nova para o gameplay de Tekken 7 são os Power Moves. Ataques que contém uma armadura para segurar danos tomados durante a animação do ataque. Eles geralmente servem para afastar seu oponente de você, para aliviar a pressão e resetar a posição dos jogadores novamente para o jogo neutro.

Algumas das outras mudanças mais técnicas são:

  • O Screw Attack foi adicionado no lugar do Bounce;
  • O sistema de Wake-up está diferente: levantar segurando pra trás passou-se da pior forma possível de wake-up para uma das mais seguras;
  • Está mais fácil escapar de agarrões normais, bastando apertar apenas o botão correto de soco;
  • O Low-Parry agora permite fazer combos com screw attack

Realidade Virtual

Se você tiver um óculos do PlayStation VR, poderá aproveitar o modo VR Viewer e o VR Battle. O VR Viewer permite que você examine minuciosamente cada detalhe de todos os modelos de personagens disponíveis e até as customizações que você salvou para eles. O conceito é extremamente simples, mas você poderá perder alguns bons minutos olhando os detalhes da modelagem de cada personagem e suas variantes.

O modo VR Battle é o modo treino no belíssimo mapa Infinite Azure. Para ajudar na imersão, não há nenhum indicador ou marcação na tela, apenas os dois personagens. Aqui também, você poderá controlar a câmera da maneira que quiser.

Customizações

Além das diversas opções de customização para cada personagem, existem também as roupas e versões clássicas de todos os persoangens presentes nos jogos anteriores. Então, se você for saudosista como eu, com certeza irá jogar com o Eddy Gordo e suas roupas clássicas do Tekken 3 ou com o Yoshimistu quando ele parecia um simples Samurai com menos tentáculos.

Quanto as customizações, Tekken 7 tem uma quantidade menor de itens para customização dos seus personagens, entretanto, a quantidade de itens exclusivos por personagens aumentou. Isso torna a chance de você encontrar outra Alisa, Bob, Devil Jin ou Lucky Chloe iguais aos seus, muito menores.

E convenhamos que não tem nada mais engraçado do que ver o Akuma usando uma boia na cintura e com um chuveiro na cabeça.

Online

Quando Tekken 7 foi lançado houve muitos problemas com o seu matchmaking, tornando praticamente impossível encontrar uma partida, a Bandai Namco resolveu o problema com um patch lançado cerca de uma semana depois. Graças a esse conserto, o multiplayer de Tekken se tornou um dos melhores do gênero na geração.

Existem três modos de partidas online: Rankeds (partidas que servem para compor o rank dos jogadores), Player Match (partidas casuais) e Torneios.

E o mais legal é que você não precisa ficar esperando o jogo encontrar partida enquanto você fica olhando a tela estática. Enquanto o jogo procura um oponente digno, você é jogado em um modo similar ao de treino, onde você pode treinar a vontade seus combos no boneco. Obviamente esse modo não é o modo de treino, então o boneco fica apenas lá parado observando você bater nele, mas ei, já é muito bom.

Conclusão

Com diversas novidades, Tekken 7 é uma excelente adição ao line-up de jogos de luta da geração atual. Seja para jogar casualmente com os amigos ou aprender todas os detalhes técnicos, o jogo mostra-se amigável e ao mesmo tempo complexo o suficiente para atrair os jogadores novatos e os mais sérios. Você pode customizar seu personagem como quiser, deixando-os com sua cara para as partidas online ou contra o computador.

Tekken 7
9Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos
0.0