Análise – Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics

A Nintendo sempre ficou conhecida por trazer bons jogos para você reunir aquela turma e dar boas risadas desde o Nintendo 64, que trazia suporte para quatro controles sem nenhuma necessidade de adaptadores enquanto os demais consoles suportavam dois. Os chamados party games, podem variar de estilo desde Super Mario Party, que é um grande tabuleiro com diversos mini-games, Wario Ware, que trouxe jogos sem noção e incrivelmente divertidos, Mario Kart, Mario Tennis e até a série Mario & Sonic nas olimpíadas ou jogos de inverno.

Saindo um pouco das franquias com nosso bigodudo mais querido, chegamos a alguns títulos como 1-2-Switch e o mais recente lançamento Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics, que reúne mais de 50 jogos de tabuleiro diferentes do mundo todo para você jogar e é uma excelente escolha para jogar algo diferente, até mesmo com pessoas que não são tão fãs de videogames assim.

Uma viagem ao redor do mundo

Como o próprio nome já diz, o jogo é uma combinação de diferentes clássicos do mundo todo, variando por jogos de tabuleiro mais tradicionais como Xadrez, Damas e Gamão; jogos de cartas como Blackjack e Poker; alguns jogos para você jogar sozinho como Mahjong, Spider Solitarie e até um mini game de pesca. Há jogos para todos os gostos e estilos e sugiro que você experimente todos eles, até descobrir qual gosta mais.

Há um modo single player no qual você pode escolher um guia para te apresentar os jogos e ajudar os mais indecisos (como eu no caso). Cada um desses personagens (que também parecem ter saído de algum jogo de tabuleiro) leva consigo uma seleção de 5 jogos com uma temática central e conforme você experimentar diferentes jogos, irá liberar outros guias que te apresentarão outros jogos.

Antes de cada mini-game, você tem uma pequena interação entre dois ou mais personagens e entenderá um pouco mais sobre como cada jogo funciona, mas se ainda tiver dúvidas, há um tutorial mais detalhado com as regras e variações para cada jogo. Há desafios para cada jogo, que também revelam pequenos detalhes ou curiosidades sobre a sua história. Os CPUs conseguem ser bastante desafiadores e talvez até injustos em jogos de cartas como Blackjack, War e Pig’s Tail.

Também há uma série de jogos que são como brinquedos de crianças como Toy Tennis, Soccer, Curling, Boxing e Baseball, que acabam por ser simples demais e provavelmente serão os menos jogados.

Os modos com multiplayer podem ser online ou local. Se você não tiver mais de um console disponível, alguns jogos ficarão restritos. Por outro lado, você pode jogar Air Hockey direto com os controles de toque, que são bem responsivos por sinal e o maior desafio aqui é manter o Switch parado na mesa enquanto você tenta marcar pontos contra seu adversário. Não vale empurrar o console para atrapalhar seu oponente hein?!

Nos modos online, você pode escolher até três jogos e deixar o universo (ou o Switch) escolher um oponente para você. Como os jogos são simples, não encontrei nenhum problema de conexão ou lag.

Os controles de movimento do Switch também podem ser usados em jogos como Dardos ou Boliche e esses jogos estão entre os mais divertidos (e competitivos) da seleção disponível. Só toma cuidado para não arremessar seu Joy-Con pela casa!

Resumo

Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics traz uma bela seleção de jogos de diferentes culturas ao redor do mundo, bem como detalhes e curiosidades sobre cada um deles. Se você gostar desses pequenos conhecimentos aleatórios como eu, vai achar bem interessante saber como algum jogo surgiu ou como ele era jogando em seus primórdios. Como em qualquer coletânea, você vai encontrar altos e baixos, mas o saldo é bastante positivo aqui.

Olhando mais atentamente, é possível ver os pequenos detalhes que colocam Clubhouse Games muito acima de qualquer outra coletânea de jogos de tabuleiro. Pare para reparar no brilho das peças em Hare & Hounds ou Nine Men’s Morris ou na transparência das pedrinhas de Mancala ou de Xadrez que você verá que esse não é “um complilado de jogos qualquer”. A Nitendo faz jus à sua qualidade e polimento. A trilha sonora é bem tranquila e quase imperceptível, mas combina perfeitamente com o tom dos jogos.

No fim do dia, Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics é uma boa maneira de reunir diferentes pessoas em frente ao videogame para uma boa dose de diversão com muitos jogos.

O jogo está disponível exclusivamente para Switch na Loja Nintendo.

Essa análise foi escrita com um código cedido gentilmente pela Nintendo
Análise: Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics traz jogos de tabuleiro para o mundo digital
Boa seleção de mini gamesCuriosidades e história de cada jogo são desbloqueadas ao jogá-los
Alguns jogos não são tão divertidos e acabam por ficar em segundo planoCPU tem uma vantagem "duvidosa" em jogos baseados em sorte
8Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos
0.0