Absolver é um jogo difícil de definir, pois é diferente de tudo que conhecemos. Sloclap, sua produtora, o define como um jogo online de luta corpo-a-corpo. Uma definição mais completa diria que é um jogo de luta em terceira pessoa inspirado nas artes-marciais, de mundo aberto, que pode ser jogado solo, cooperativa ou competitivamente. E possui referências de muitos títulos conhecidos, como For Honor, Nioh, Dark Souls, Destiny e até Journey.

Em Absolver, você é um aprendiz de guerreiro chamado de Prospect. Seu objetivo é derrotar outros guerreiros e provar que é digno de tornar-se um Absolver, a força de elite e mantenedor da paz de Adal, um império em decadência. O enredo é, na verdade, apenas um pretexto para o grande intuito do jogo: o combate.

O combate de Absolver é o grande alicerce do jogo, sobre o qual se sustentam todas as demais mecânicas. Seu personagem possui quatro posturas, que representa a sua orientação em relação ao inimigo. Cada postura realiza um ataque diferente, semelhante ao que encontramos em For Honor. A diferença é que em Absolver, ao realizar um ataque, o seu personagem muda naturalmente de uma postura para outra, permitindo-o realizar outro ataque de maneira muito fluida.

O ataque que seu personagem realiza em cada postura é determinado no seu inventário de ataques, também chamado de Combat Deck. O Combat Deck é totalmente customizável, permitindo que cada jogador monte a sua própria sequência de ataques e a sua maneira de jogar, tornando cada jogador imprevisível. No início do jogo, o repertório de ataques disponíveis é escasso, mas no decorrer do jogo novos ataques podem ser desbloqueados (confira o meu Combat Deck).

Durante a luta, você pode atacar, defender ou esquivar. A cada defesa bem sucedida, uma barra de progresso é preenchida. Ao completar a barra de progresso, o ataque é desbloqueado no seu inventário. Porém, é necessário derrotar o inimigo para efetivar o progresso de aprendizado do ataque. Se você morrer durante a luta, o progresso adquirido naquela luta será perdido.

O combate parece fácil no início, mas é extremamente difícil de dominar devido às suas diversas nuances. Felizmente, o progresso de aprendizagem é divertido e bastante recompensador. A chave para o sucesso em Absolver é gerenciar a estamina, montar um Combat Deck imprevisível, e ter uma boa capacidade de leitura do seu inimigo para antecipar e neutralizar os seus movimentos.

Absolver possui quatro estilos de luta diferentes, três disponíveis no início do jogo e um desbloqueável: Kahlt, Windfall, Forsaken e Stagger. Cada classe determina os atributos iniciais do personagem e a sua habilidade especial. A habilidade do método Windfall, por exemplo, esquiva dos ataques inimigos, deixando-os abertos a um poderoso contra-ataque. Para usar a habilidade especial, porém, é necessário apertar o botão com precisão e no timing correto.

A medida que progride no jogo e adquire experiência, o seu personagem sobe de nível e ganha pontos de habilidade, que podem ser usados para melhorar atributos como Strength, Dexterity, Vitality e Endurance, aumentando a quantidade de HP, estamina, força de ataque e outras características.

Absolver possui um vasto sistema de customização dos personagens. Seu lutador tem nove espaços de equipamentos, que podem ser coletados em pontos aleatórios do mapa e derrotando inimigos. Além de alterar a estética, cada equipamento oferece proteção contra golpes contundentes e cortantes, e possui um peso. Quanto maior o peso, menor a Mobilidade do seu personagem (aspecto semelhante aos RPG’s como Dark Souls).

O mundo de Absolver é pequeno, e ainda assim bastante confuso. No início do jogo e nos save points espalhados pelo mapa, o jogador tem acesso ao mini-mapa que mostra sua localização atual e dos bosses. Este mini-mapa, porém, é pouco intuitivo, já que não possui bússola e não mostra a sua direção. Você nunca sabe para onde está indo e, por diversas vezes, andei em círculos até encontrar o meu próximo objetivo. Felizmente, após algumas horas de jogo, consegui memorizar todas as rotas (já que são poucas).

Ainda que seja pequeno, o mundo de Absolver é diverso, onde é possível encontrar um pântano, um porto, ruínas, templos e até um pombal. O estilo artístico do jogo é bonito e bastante característico (lembra The Witness). Outro aspecto de destaque é o áudio, minimalista, com enfoque maior nos efeitos sonoros e nos sons dos socos e chutes, dando bastante imersão no combate.

Durante a exploração dos cenários, você encontrará muitos inimigos. Como citei, o combate é fluido e a jogabilidade muito boa. Isto é, quando você enfrenta um inimigo por vez. O problema de Absolver é quando você enfrenta dois ou mais inimigos simultaneamente. A inteligência artificial não tem misericórdia, golpeando você seguidamente e drenando rapidamente a sua estamina. A situação fica incrivelmente pior ao jogar online, já que o jogo popula o mapa com ainda mais inimigos.

Felizmente, para tornar os combates mais justos, você encontrará outros jogadores aleatoriamente durante sua jornada. Ao cruzar com outro jogador vagando no seu mapa, vocês podem cooperar e progredir juntos, podem se enfrentar, ou simplesmente ignorar e cada um seguir o seu caminho. Este aspecto do multiplayer lembra Journey e Destiny.

Além de encontrar jogadores no modo campanha, existe o modo Duelo, que são partidas fechadas entre dois jogadores das quais somente um sairá vitorioso. Os Duelos são incrivelmente disputados, mas infelizmente é muito comum encontrar instabilidades nos servidores. Absolver é um jogo em que cada movimento deve ser preciso e friamente calculado, mas o lag constante estraga completamente a experiencia.

Absolver introduz um gênero completamente novo e possui referências a jogos renomados. Apesar de ter uma base sólida fundamentada no combate, os demais aspectos de Absolver apresentam problemas, principalmente com relação às instabilidades dos servidores. O PvE é bom, mas seu brilho está no PvP. Se você está em busca de um desafio, é amante de artes-marciais e jogos de luta com pitadas de RPG, Absolver é uma ótima pedida.

A análise foi realizada com base na versão de PS4 cedida pela produtora. Absolver, produzido pela Sloclap e distribuído pela Devolver Digital, está disponível para PlayStation 4 e PC.

Absolver
Jogabilidade fluida e responsivaCombate profundo e inovador
Servidores com muito lagAusência de mini-mapa
8Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos
0.0