O PlayStation 4 Pro é uma versão melhorada do PlayStation 4. A essa altura, muita gente já sabe disso. Mas melhor no que, exatamente? Bem… a clareza dessas informações ficou um pouco no ar. A conferência da Sony não foi muito objetiva, com uma comunicação um tanto confusa. Foram tantos Teraflops de lá e HDR de cá que muita gente ficou perdida no meio de trocentos termos técnicos que não foram muito bem explicados.

Afinal, quais são as novidades? O que é HDR? O console sanduichão vai ser inútil se eu não tiver uma TV 4K? Jogos antigos vão se beneficiar das melhorias? Vamos esclarecer isso:

Primeiro de tudo: o que é o 4K?

Um padrão de resolução, assim como o HD (1280×720) e o Full HD (1920×1080). O 4K é o quádruplo do Full HD, atingindo a resolução de 3840 pixels horizontais por 2160 pixels verticais (3840×2160). Em resumo: a imagem é mais nítida e detalhada. Pra uma representação melhor, aqui vai uma comparação:

Mas os jogos vão rodar a 4K mesmo?

É, mais ou menos. Alguns jogos mais simples, como Mantis Burn Racing, terão suporte à resolução nativamente. Muitos dos lançamentos maiores, no entanto, rodarão a 3200×1800, passando por uma técnica de reconstrução de imagem em que a resolução é “esticada” para 4K sem que haja muita perda de qualidade. É uma feitiçaria complicada de explicar, mas se você gosta de entender essas coisas a fundo, there you go. Enfim, não é um 4K nativo, mas acredite: o resultado final é melhor que o Full HD.

Bem, é mais fácil conferir ao vivo e em cores do que continuar falando de números. Confira esta comparação de Rise of the Tomb Raider no PS4 Pro e no PC, que está rodando em 4K (de verdade):

Não tenho uma TV 4K. E agora, José?

Não há nenhum problema nisso. Se você tiver uma TV Full HD em casa, os jogos do PS4 Pro passarão por um processo de downscaling, técnica bem conhecida nos jogos de PC: a imagem será renderizada a 1800p e, em vez de ser aumentada para 4K, ela é reduzida para Full HD. Por se tratarem de 5,7 milhões de pixels (3200×1800) sendo comprimidos em uma TV cuja resolução apresenta “apenas” 2,1 milhões de pixels (1920×1080), o resultado final é um visual mais suavizado e com serrilhado mínimo.

qkd4jnjwozgcpt0qooly

Além da resolução, muitos jogos oferecerão framerates mais estáveis e outras melhorias gráficas. Não dá pra dizer especificamente o que vai melhorar; cada desenvolvedor vai priorizar os elementos que preferir. O próprio Rise of the Tomb Raider, que mencionei lá em cima, é um caso interessante. Ele possui três modos de desempenho: um em 4K e 30FPS e outro em 1080p e 60FPS, que são graficamente similares, apesar das diferenças em framerate e resolução. Por último, há uma opção de 1080p e 30FPS — e esta oferece as maiores melhorias gráficas, colocando o game próximo à sua versão para PC em questões como efeitos de pós-processamento (sombras, reflexos e outros).

Jogos do PlayStation VR também se aproveitarão da capacidade adicional do Pro, melhorando alguns efeitos e aumentando a fidelidade gráfica. Dá uma olhada:

E os jogos antigos, como ficam?

Caberá às produtoras atualizá-los. Sem um update apropriado, jogos lançados antes do PS4 Pro rodarão da mesma forma que em um PS4 comum. Você pode conferir aqui os jogos que já possuem atualizações (ou que ainda receberão).

Falaram tanto do HDR e eu nem sei o que é isso.

Completamente compreensível.

Diferente das outras novidades que falamos, não há como representar o High Dynamic Range, pois é algo que só pode ser notado em TVs compatíveis (qualquer imagem de comparação que você encontrar na internet vai ser apenas uma simulação ineficiente).

Podemos te explicar o conceito no papel, pelo menos: basicamente, essa tecnologia oferece uma gama de cores maior. As cores que vemos em displays comuns são combinações de 256 tons diferentes, enquanto que o HDR traz combinações de 4096 tons. Isso resulta em contrastes maiores entre as cores e níveis de brilho exibidos ao mesmo tempo na tela. Consequentemente, assistimos a imagens mais vivas.

O suporte à função deve ser algo que vem não só da televisão, como do conteúdo também (o jogo ou o filme em si). Por sinal, o modelo original do PS4 recebeu, há não muito tempo, uma atualização com compatibilidade para o HDR.

Infelizmente, TVs com suporte ao HDR são escassas e caras (nem toda TV 4K tem HDR!), pois ainda não há demanda para esse conteúdo. Esperemos que a popularização dos jogos nesse meio viabilize essa tecnologia, pois por ora, apenas alguns filmes em blu-ray são compatíveis.


E isso é tudo que o PS4 Pro é capaz de fazer. Restou alguma dúvida? Só mandar nos comentários abaixo!